Vitória empata com Joinville com placar em 1 x 1 e frustra festa do acesso para a Série A

Vitória empata com Joinville com placar em 1 x 1 e frustra festa do acesso para a Série A

Rubro-Negro abriu o placar no primeiro tempo, chegou perto de confirmar o retorno para a Primeirona, mas vacilou e continua ameaçado na Série B

A festa estava pronta, mas teve que ser cancelada. Com direito a gol no final do segundo tempo, o Vitória empatou com o Joinviille em 1 a 1, em Santa Catarina, se manteve no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu garantir o acesso para a elite do futebol nacional.

Com o resultado, o Rubro-Negro continua na 4ª posição, agora com 70 pontos, apenas dois a mais que o São Caetano, que empatou com o Goiás na tarde deste sábado e continua com chances de roubar a vaga do Vitória. O Joinville, por sua vez permanece no meio da tabela, longe da briga pelo acesso e também da luta contra o rebaixamento. O time catarinense é ocupa a 6ª colocação com 60 pontos.

Na próxima rodada, o Vitória encara um clássico regional contra o Ceará no Barradão. Já o Joinville, enfrenta o Goiás no Serra Dourada. As duas partidas estão marcadas para sábado, às 16h20m (horário de Brasília).

Tensão a flor da pele

Ameaçado de terminar a rodada fora do G-4, o Vitória começou a partida com os nervos a flor da pele. As atenções da equipe baiana se dividiam entre o duelo contra o Joinville e o confronto entre São Caetano e Goiás, que poderia definir o destino do Rubro-Negro na Série B. Ansioso para tentar fazer logo a sua parte, o time treinado por Paulo César Gusmão errou tudo o que tentou nos minutos inicais, incluindo a saída de bola.

Para deixar as coisas ainda mais tensas, Michel, um dos jogadores mais experientes do time treinado por Paulo César Gusmão, deixou o campo de jogo logo nos primeiros minutos. O volante reclamou de dores no joelho e acabou substituído por Rodrigo Mancha.

Sem se importar com o nervosismo da equipe baiana, o Joinville partiu para o ataque e por muito pouco não abriu o placar em alto estilo. Após um erro do lateral Gilson, Eduardo levou a bola até a linha de fundo e cruzou rasteiro na direção de Lima, que tocou de letra e assistiu a bola passar muito perto do gol defendido por Deola.

Ameaçador, o time de Santa Catarina recebeu uma ducha de água fria no meio do primeiro tempo. Principal atacante do time e ídolo da torcida do Joinville, Lima sentiu uma lesão e pediu para sair do jogo. Jean Carlos foi o escolhido pelo técnico Artur Neto para entrar na partida.

Aos 27 minutos, o lance que finalmente colocou os nervos do Vitória no lugar. William recebeu bom lançamento pela esquerda e bateu na saída do goleiro Ivan para abrir o placar na Arena Joinville. Na comemoração, o atacante simulou golpes de capoeira em homenagem a Alex Alves, ex-jogador revelado pelo clube baiano morto na última quarta-feira.

Se serviu para acalmar os ânimos do Vitória, o gol também provocou uma queda no ímpeto do Joiville. A equipe catarinense se abateu com a desvantagem no placar e passou a não chegar à meta defendida por Deola. Um dos raros chutes em direção ao gol do time baiano parou nas mãos do goleiro rubro-negro. Glaydson, já no final da etapa inicial, chutou forte de fora da área e Deola caiu no canto para fazer a defesa.

Tinha um Joinville no meio do caminho...

As duas equipes voltaram sem mudanças nas escalações para o segundo tempo, mas com uma grande diferença de mentalidade. Enquanto o Vitória tentava a todo custo segurar o resultado para garantir o acesso, o Joinville queria encerrar a rodada com um bom resultado na Arena Joinville. E foi na base do abafa que o time catarinense deixou o coração da equipe baiana batendo mais forte.

Aos 27 minutos, Ricardinho arriscou um belo chute de fora da área e acertou a trave de Deola. No lance seguinte, Jean Carlos aproveitou confusão na área do Vitória, chutou colocado e quase empatou a partida.

Em São Paulo, a confirmação de que Goiás e São Caetano empatavam criava o cenário perfeito para a festa do acesso do Vitória. O time baiano não contava, no entanto, com o espírito de luta do Joinville. Já no final do segundo tempo, Leandor Carvalho recebeu a bola dentro da área e bateu forte para empatar a partida.

No final do confronto, vários jogadores do Vitória caíram no gramado desolados. A definição sobre o acesso terminou adiada para a última rodada. Após um primeiro turno que beirou a perfeição, o Rubro-Negro periga terminar a temporada com um gostinho amargo na garganta. E tudo porque havia um JOinville no meio do caminho.

Fonte: Globo Esporte