Viúva de torcedor santista morto diz que filho não irá vê jogos em estádios

Ela disse que não deixará "de jeito nenhum" que o César, cinco meses, vá a jogos de futebol quando crescer.

Em depoimento ao jornal Folha de S. Paulo, a viúva do torcedor santista Márcio Barreto de Toledo, que morreu ao ser espancado por são-paulinos após o clássico do último domingo, afirmou que o filho do casal não frequentará estádios. Samanta Silva Ferreira dos Santos, 27 anos, disse que não deixará "de jeito nenhum" que o César, cinco meses, vá a jogos de futebol quando crescer. A viúva declarou também que Márcio "não fumava e não bebia" e tinha como "único hobby" o Santos.

Segundo Samanta, Márcio acordou disposto no dia do clássico, por volta das 8h, mas ficou em dúvida se iria à partida. Por fim, decidiu ir e saiu de casa animado às 10h30. Após o jogo, por volta das 20h, estava saindo da sede da Torcida Jovem na zona leste de São Paulo quando foi abordado por um grupo de são-paulinos que estava em dois carros, e espancado com uma barra de ferro. A morte do torcedor de 34 anos foi confirmada na mesma noite.

Fonte: Terra