Jogador pode estar envolvido em prostituição de menores; entenda

Jogador pode estar envolvido em prostituição de menores; entenda

Jovem de 16 anos detida pela polícia teria o telefone de M"Vila em seu celular.

O volante francês Yann M"Vila, atualmente no Rubin Kazan (da Rússia), é um dos investigados pela Justiça de seu país por um novo caso de prostituição de menores, depois da detenção de uma jovem de 16 anos com elementos comprometedores do jogador, informou nesta quarta-feira o canal France Info.

A jovem foi detida na semana passada por roubo em Paris e, em seu telefone celular, a polícia encontrou o contato de dois jogadores, entre os quais a emissora identificou apenas M"Vila.

Os policiais da brigada de menores e da repressão da prostituição estão trabalhando para descobrirem se as fotos e as mensagens encontradas podem culminar com acusações de prostituição de menores contra o jogador, contratado pelo Rubin recentemente.

A Procuradoria de Paris abriu uma investigação judicial preliminar por contratação dos serviços de uma prostituta menor de idade.

As revelações vêm à tona menos de um mês depois de ser definido que o meia Franck Ribéry e o atacante Karim Benzema serão finalmente julgados em junho por prostituição de menores, acusados da contratação da jovem conhecida como Zahia quando ela ainda não tinha completado 18 anos. No entanto, Zahia declarou que os dois atletas não sabiam qual era sua idade.

A legislação francesa prevê penas de até três anos de prisão e 45 mil euros de multa para os clientes de prostitutas menores de 18 anos, mas para isso é preciso provar que o acusado tinha conhecimento da idade da contratada.

Fonte: UOL