Brasil encara Coreia do Sul em estreia na forte etapa brasileira do Grand Prix

Brasil encara Coreia do Sul em estreia na forte etapa brasileira do Grand Prix

Mais vitorioso representante esportivo do Brasil na atualidade, a seleção brasileira feminina de vôlei coloca à prova a sua bela fase em duelos de alto nível nos próximos três dias, em São Paulo. Palco da etapa brasileira da fase de classificação do Grand Prix, o ginásio do Ibirapuera vai receber a atual bicampeã olímpica enfrentando grandes forças do vôlei mundial.

O primeiro embate é contra a não tão valorizada, mas muito aguerrida Coreia do Sul, nesta sexta-feira, às 14h45min (de Brasília). A partida vai ter transmissão ao vivo da TV Globo e, em Tempo Real, com vídeos, pelo GloboEsporte.com. No sábado, o rival vai ser a atual bicampeã mundial, Rússia. Já no domingo, as brasileiras terão pela frente a perigosa seleção dos Estados Unidos. Após três vitórias convincentes e apenas um set perdido na primeira rodada do Grand Prix, na última semana, na Itália, o selecionado brasileiro espera manter a mesma pegada para demonstrar o seu poderio e seguir firme rumo ao seu décimo título da competição anual em que ela é maior vencedora em 21 edições disputadas.

Boas apresentações em território nacional também servirão como um importante estágio da preparação para o Mundial, entre os dias 23 de setembro e 12 de outubro, na Itália. - Nós trabalhamos para estar sempre em primeiro lugar, em todas as competições. Nós trabalhamos para sempre manter o auge, vencer partidas e fazer boas apresentações. Não posso dizer que somos o carro-chefe do esporte brasileiro, mas lutamos para estar sempre no topo. Eu fico muito feliz quando eu vejo o resultado do nosso trabalho e espero que possamos fazer boas apresentações diante da torcida brasileira nestes jogos do Grand Prix.

Vai ser um etapa muito forte e importante - afirmou a central e capitã do Brasil, Fabiana.Rival desta sexta-feira, a Coreia do Sul já aprontou para cima da seleção brasileira em competições importantes. As asiáticas bateram o Brasil na fase de classificação das Olimpíadas de Londres 2012 e venceram dois dos seus primeiros jogos neste Grand Prix. Além disso, as coreanas contam com Kim Yeon-Koung, considerada a melhor ponteira da atualidade. - A Kim é a melhor ponteira do mundo, indiscutivelmente, é a jogadora mais versátil, ótima em todos os fundamentos. Sempre a vemos fazer muitos pontos por jogo, mas não podemos esquecer o resto do time.

A Coreia é uma equipe rápida. Nas Olimpíadas nos deram muito trabalho, e agora estão mais entrosadas. Será um duelo bem complicado, mas estamos estudando muito para conseguirmos superá-las - comentou a também ponteira Jaqueline. Ciente da pedreira que terá pela frente, o técnico José Roberto Guimarães elogiou bastante a Coreia do Sul. Porém, o técnico vencedor de três Jogos Olímpicos está animado com o atual momento da seleção brasileira e fez questão de valorizar os duros embates que a sua equipe vai encarar nos próximos três dias, na capital paulista. - Elas jogam com muita velocidade e diferentes combinações de ataque.

O sistema defensivo é o ponto forte delas. Será um jogo difícil. Ainda estamos começando a temporada, mas nós já estamos evoluindo principalmente no sistema defensivo. Podemos fazer partidas muito boas que servirão como parâmetro para a sequência, principalmente para o Mundial - disse Zé. Na preliminar da partida entre Brasil e Coreia do Sul, quem chegar mais cedo ao Ibirapuera vai ver um jogão, a partir das 11h, entre Rússia e Estados Unidos. Será uma boa oportunidade para ver como estão dois dos mais importantes adversários do Brasil no cenário mundial. - A Rússia joga com bolas mais altas, com um tempo de jogo diferente, baseado no seu bloqueio e no seu ataque.

E os Estados Unidos são uma mescla das duas coisas, baseando o seu jogo em um forte sistema defensivo. Vai ser muito bom para o nosso time jogar contra essas seleções e podem ver os jogos delas - explicou o comandante brasileiro.

Fonte: Globo Esporte