De olho na Rússia e EUA, meninas do vôlei perdem bagagem em aeroporto

De olho na Rússia e EUA, meninas do vôlei perdem bagagem em aeroporto

Após um final de semana perfeito na primeira etapa do Grand Prix de vôlei na Itália, quando venceu China, República Dominicana e as próprias donas da casa, a seleção feminina do Brasil desembarcou nesta terça-feira em São Paulo com atraso e sem bagagem. O problema aconteceu por um erro da companhia aérea, que não trouxe o material das jogadoras e da comissão técnica do Aeroporto de Roma.

As meninas da equipe bicampeã olímpica não escondiam a apreensão pelo imprevisto, porém sem deixar de achar graça do fato. - É horrível (chegar sem as malas). A gente até estava conversando aqui no corredor e se perguntando como a gente vai treinar? Não tem roupa de treino - disse a central da seleção brasileira Thaísa.

Mesmo cansado pelo atraso em 1h30 no desembarque do time, o técnico José Roberto Guimarães já pensava nos duelos da segunda etapa do Grand Prix, que serão disputados no próximo final de semana, em São Paulo, contra Coréia do Sul na sexta e contra as grandes rivais Rússia e Estados Unidos, sábado e domingo respectivamente. - Nós vamos ser exigidos e é exatamente isso que a gente precisa para entender aquilo que precisamos fazer para melhorar - falou Zé Roberto.

Fonte: Globo Esporte