Vovô x Timão: melhor defesa contra o melhor ataque valendo a liderança no Brasileirão

Vovô x Timão: melhor defesa contra o melhor ataque valendo a liderança no Brasileirão

Com apenas um gol sofrido, Ceará tenta superar o poder de fogo do Corinthians

O Campeonato Brasileiro reinicia nesta quarta-feira em clima de decisão. De um lado, o Corinthians defende a liderança apostando em seu desfalcado sistema ofensivo, o mais positivo do torneio até o momento. Do outro, o Ceará tenta não ser apenas a surpresa das primeiras rodadas e já sonha em assumir o primeiro lugar amparado pelo ótimo momento de sua defesa e pela torcida que promete lotar o Castelão e criar um novo recorde de público para a edição 2010.

Depois de mais de um mês de paralisação devido à Copa do Mundo, o Corinthians ainda contabiliza o lucro de uma arrancada inicial. Fora da Libertadores, o Timão embalou no Brasileirão e se transformou em um sério candidato ao título. Em sete jogos, foram cinco vitórias e somente dois empates, colocando o Alvinegro no topo da classificação, com 17 pontos.

Os paulistas, porém, não conseguiram disparar, como planejado. Isso graças ao bom futebol apresentado pelo Ceará, recém-promovido da Segundona. O Vovô apresenta o mesmo número de pontos ganhos do Corinthians, mas tem um gol a menos de saldo (sete contra seis) e, por isso, está na segunda colocação.

- Ceará e Corinthians têm uma pequena vantagem. Talvez, podemos colocar o Fluminense na mesma situação. Se temos uma vantagem é porque o campeonato já começou. Essa é uma teoria (de que o Brasileirão começa agora) que defendem aqueles que estão atrás. Nós temos que defender a teoria contrária. São sete rodadas. Quem trabalhar melhor vai manter essa vantagem ? disse o técnico Mano Menezes.

A parada por causa da Copa do Mundo, aliás, foi menos traumática do que a diretoria do Corinthians imaginava. Dentinho e Elias, os mais cotados para ser negociados, sequer tiveram propostas. A única baixa foi Felipe. O goleiro foi liberado para acertar com o Genoa-ITA, mas a negociação naufragou e ele perdeu espaço no Parque São Jorge. O paraguaio Bobadilla, de 34 anos, foi contratado e o antigo titular está afastado até encontrar outro clube. Julio Cesar assume momentaneamente a posição.

No Ceará, os problemas foram maiores. A boa campanha despertou nos outros clubes o interesse em contratar o técnico Paulo César Gusmão. Em alta, o comandante acabou acertando com o Vasco, abrindo caminho para Estevam Soares ficar com o posto. Resta saber agora se a equipe conseguirá manter o desempenho das rodadas iniciais.

Dono do melhor ataque do Brasileirão, ao lado do Santos, com 15 gols, o Corinthians tem problemas exatamente no setor ofensivo. Ronaldo, Dentinho e Jorge Henrique estão machucados e sequer viajaram ao Nordeste. Assim, Mano Menezes escalou os baixinhos Iarley e Defederico. O desempenho, contudo, não é dos melhores. Até o momento, apenas o primeiro balançou as redes na competição (uma vez).

- Sabemos das dificuldades de jogar no Castelão, mas viemos para vencer e continuar em primeiro. Será um jogo complicado ? disse Iarley, ídolo da torcida e torcedor assumido do Vovô, clube que defendeu em 2002.

A boa notícia para Mano Menezes é a recuperação do lateral-direito Alessandro e do zagueiro Chicão. Ambos vinham fazendo tratamento intensivo por conta de lesões no joelho direito e na coxa direita, respectivamente, mas estão liberados e escalados pelo comandante.

Estevam Soares também tem problemas para formar o melhor setor defensivo do Brasileirão. Com apenas um gol sofrido em sete rodadas, o Ceará não terá o zagueiro Anderson e o volante Heleno, suspensos. Os substitutos, pela ordem, serão Jorge Luiz e Careca.

- O Careca treinou bem com bola e mostrou que pode jogar. Ele é o eventual reserva no meio de campo. Faltava definir o zagueiro. O Jorge Luís, nos jogos que fez com a equipe B se saiu muito bem ? explicou Estevam.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com