Após choque, zagueiro do Atlético-MG sofre trauma na cabeça, desmaia e fica internado

Após choque, zagueiro do Atlético-MG sofre trauma na cabeça, desmaia e fica internado

O médico do Atlético informou que Rafael Marques, que passou por exames, não teve lesão constatada

Um momento de apreensão marcou o primeiro tempo da partida entre Santos e Atlético-MG. O zagueiro atleticano Rafael Marques se chocou com o companheiro Leonardo Silva e ficou desacordado. Depois da demora no atendimento, uma vez que a ambulância não pôde entrar no gramado da Vila Belmiro, o jogador foi encaminhado a um hospital e, segundo o médico do clube mineiro, Otaviano Oliveira, recuperou a consciência e passa bem. Por precaução, o atleta foi internado e deve ter alta apenas na manhã desta quinta-feira.

O médico do Atlético informou que Rafael Marques, que passou por exames, não teve lesão constatada. ?O jogador foi avaliado por um neurocirurgião, fez tomografias e radiografias no crânio e na coluna cervical, não foi constada nenhuma lesão cerebral. Ele sofreu apenas um traumatismo craniano encefálico?, afirmou Otaviano de Oliveira.


Zagueiro do Atlético-MG sofre trauma na cabeça, desmaia e fica internado em observação

?Felizmente, acho que foi mais um susto?, acrescentou o médico, que se mostrou otimista com a recuperação do atleta. Porém, o zagueiro foi internado para observação na Santa Casa de Misericórdia de Santos para onde foi levado pela ambulância para realizar os exames.

O lance ocorreu aos 28min do primeiro tempo da partida. Os primeiros minutos após o incidente foram tensos e deixaram os companheiros de Rafael Marques preocupados. A apreensão foi ainda maior com a demora da ambulância, que não conseguiu entrar no gramado por conta de um degrau de meio metro aproximadamente.

?Estava desacordado quando cheguei, mas um, dois minutos depois voltou ao normal. Os dois pulsos estavam normais, tudo normal. A gente estava controlando todas as funções vitais. O médico do Atlético (Otaviano Oliveira) segurava a coluna cervical. Ele voltou a ficar acordado, ele sabia onde estava, seu nome, mexia as mãos e os pés. Usamos a prancha rígida para levá-lo?, disse o médico do Santos, Rodrigo Zogaib, que ajudou no atendimento.

O médico do Santos não soube explicar o que ocorreu com a ambulância. ?Isso não pode acontecer, não deve acontecer e não sei por que aconteceu. A gente vai ter quer ver?, observou Rodrigo Zogaib. O Santos divulgou nota oficial (confira íntegra abaixo) na qual informa a falta de "uma rampa compatível", fato que impediu o acesso da ambulância.

Leonardo Silva, que também se feriu no lance, mas permaneceu no jogo, disse que no primeiro momento houve uma preocupação muito grande. ?Ele ficou um pouco desacordado, o atendimento demorou um pouco e ele sangrava muito. Espero que não seja nada de grave?, afirmou o zagueiro.

Confira a nota divulgada pelo Santos

Sobre o episódio envolvendo o atleta Rafael Marques na partida desta noite, na Vila Belmiro, o Santos FC informa que a ambulância não entrou no campo por não haver uma rampa compatível para o acesso.

O estádio passa por vistorias anuais, realizadas por vários órgãos diferentes, e nunca foi constatada esta necessidade anteriormente.

Após o fato desta noite, a Presidência do Clube já convocou reunião para a manhã desta quinta-feira para que seja providenciada a obra no local, permitindo, assim, o acesso da ambulância em uma futura necessidade.

O Santos FC também informa que a Vila Belmiro, durante a realização de partidas, conta sempre com três ambulâncias ao todo (uma a mais do que pede o Estatuto do Torcedor, de acordo com a capacidade do estádio), sendo duas UTI, que ficam nos dois lados do campo, mais uma de remoção. Há também dois postos médicos para pronto atendimento: um no vestiário do visitante e outro no ginásio.

O atleta Rafael Marques foi atendido na Santa Casa de Misericórdia de Santos. O Clube torce para sua pronta recuperação.

Fonte: r7