Zico está perto de fechar acordo para ser técnico do Iraque

Zico analisa proposta iraquiana

Depois de dois dias de intensas negociações com representantes da Federação Iraquiana de Futebol, o ex-jogador Zico está mais próximo de se tornar o treinador da seleção do Iraque no projeto visando a Copa do Mundo de 2014.

"O negócio está bem encaminhado, mas ainda não está fechado", disse Zico na sexta-feira.

"Faltam ainda as garantias necessárias (...) como serão pagos os salários, moradia, passagens, essas coisas. Acho que o salário não é mais problema", completou o ex-meia da Seleção Brasileira.

Somente nesta sexta foram mais de quatro horas de negociação de um representante da federação iraquiana com Zico, seu irmão Edu e advogados da família. "Durante o fim de semana meus advogados vão analisar documentos, garantias e trocar e-mails para ver se chega a um acerto", afirmou.

Representantes do futebol iraquiano disseram na semana passada estar determinados a contratar Zico para comandar a seleção nas eliminatórias do Mundial.

Zico destacou que os iraquianos têm pressa para definir o novo treinador, uma vez que a terceira fase das eliminatórias para a Copa de 2014 começa em setembro.

"Tem que haver uma definição rápida porque as eliminatórias estão começando. Tem que se definir detalhes importantes porque todos os jogadores atuam fora do país e devido à situação lá no Iraque, os jogos não podem ocorrer em Bagdá e serão realizados no norte do país, em Arbai", revelou o ídolo do Flamengo.

Apesar dos conflitos na região do Oriente Médio e da pouca tradição da seleção iraquiana no cenário mundial, Zico se mostrou animado com o possível novo emprego. "Isso tudo me dá incentivo e motivação. O material humano é bom, mas será o maior desafio da minha carreira", avaliou.

O ex-jogador, que já dirigiu a seleção do Japão e foi coordenador da Seleção Brasileira, disse que os iraquianos chegaram a propôr que seu irmão Edu fosse o técnico de campo e Zico uma espécie de coordenador de todas as categorias de base.

"Houve essa proposta, mas a ideia é que eu seja o técnico e indique até os treinadores da base que podem ser brasileiros", disse ele, que pretende levar o preparador físico Moraci Sant"anna, com passagens pela Seleção Brasileira, para ser integrante da comissão técnica do time principal.

Zico, que já treinou o time turco Fenerbahce, o russo CSKA Moscou e o grego Olympiakos, deixou no ano passado o cargo de diretor de futebol do Flamengo depois de apenas quatro meses alegando ter sofrido pressões dentro do clube.

Fonte: Terra, www.terra.com.br