Zico está preocupado com presente e futuro do Flamengo

Galinho sofre com campanha ruim no Brasileiro e teme pelos jogadores mais jovens.

Ocupado com o trabalho à frente da seleção do Iraque, que disputa as eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2014, Zico não tem tido muito tempo para ver os jogos do Flamengo. Mesmo de longe, porém, o maior ídolo rubro-negro tem sofrido como um torcedor comum com a campanha ruim no Campeonato Brasileiro. E não faz rodeio quando perguntado sobre a solução para o time de Dorival Júnior se distanciar do perigo da zona de rebaixamento: jogar conforme manda a situação na tabela.


Zico está preocupado com presente e futuro do Flamengo

- Agora é jogar para se salvar, não pode ir de peito aberto. Alguns jogos vão ser daqueles de seis pontos, contra times que estão abaixo dele na tabela, é aí que o time tem de abrir o olho. Eu estou preocupado, claro. Mas não vejo o Flamengo com um time tão pior que os demais. Assim como perdeu quatro jogos, também pode ganhar quatro e ficar numa situação mais confortável - afirmou o Galinho no fim da tarde de quinta-feira, enquanto assistia ao treino do Vasco no CFZ, no Recreio dos Bandeirantes.

Zico está preocupado também com o excesso de jogadores da base entrando no time num momento tão delicado.

- Estão jogando nos ombros desses garotos uma responsabilidade muito grande. Se a coisa não funcionar, você corre o risco de perder o jogador. É complicado quando você sobe para o profissional muito cedo, e depois volta para os juniores. Às vezes, o jogador volta contrariado, não sabe separar as coisas - comentou Zico, com a experiência de quem já viveu a situação de retornar ao time de juniores depois de ter disputado alguns jogos no time de cima, no início da década de 70.

O Flamengo é o 16º colocado no Brasileiro, com 28 pontos, apenas uma posição e quatro pontos acima da zona de rebaixamento. Domingo, o time rubro-negro enfrenta o lanterna Atlético-GO, no Serra Dourada.

Fonte: GloboEsporte