PIAUÍ – SUA HISTÓRIA E SEUS HISTORIADORES

26 de Agosto 2008 as 10:45

Por Adrião Neto

Comentários de medalhões da intelectualidade piauiense dão conta de que determinada obra sobre um dos principais episódios da História do Piauí, publicada por uma grande editora, seria superficial e uma das mais fracas do gênero, simplesmente pelo fato de ter sido elaborada por um escritor sem formação acadêmica na área de História.

Refletindo sobre essas críticas e sobre a censura de que o autor da obra em foco teria invadido uma seara proibida, infringindo assim os Sagrados Mandamentos da Lei de CLIO (Deus da História), resolvi fazer um levantamento sobre o acervo historiográfico do Piauí e sobre a formação acadêmicas dos nossos historiadores.

Pelas pesquisas que realizei ficou constatado que uma coisa não tem relação com a outra, vez que, as principais obras do nosso acervo historiográfico e outras de relativa importância, incluindo-se também algumas de cunho municipalista, foram legadas por escritores de outras áreas do conhecimento e até mesmo por autores sem formação acadêmica, como é o caso do mestre Odilon Nunes, que é considerado como o maior historiador do Piauí de todos os tempos.

Se realmente para se dedicar a um gênero literário fosse necessário ter formação específica, haveria a necessidade de se ter cursos de graduação em romance, conto, crônica, poesia, etc.

Por outro lado, se, por um passo de mágica a contribuição dos historiadores de outras áreas do conhecimento fosse deletada dos livros, e se a historiografia do Piauí contasse apenas com a produção dos historiadores formados em História, o nosso acervo historiográfico não passaria de um grão de areia no meio do deserto.

Como prova de que, o que afirmei no terceiro parágrafo não é história para boi dormir, transcrevo uma relação de autores acompanhada da formação acadêmica de cada um deles e de suas respectivas obras no campo da historiografia.

Autores sem formação acadêmica na área de História e suas respectivas obras:

Abdias Neves – Bacharel em Direito, autor de: "O Piauí na Confederação do Equador"; "Contribuições para a História do Piauí"; "Aspectos do Piauí"; "O Piauí nas Lutas de 1824" e "A Guerra de Fidié".

Alcides Martins Nunes – Formado em Direito, autor de: "Cronologia Histórica de Valença" e "Anuário de Valença do Piauí", coautoria.

Anísio Brito – Formado em Odontologia, autor de: "Contribuição do Piauí à Guerra do Paraguai"; "O Município Piauiense"; "A Quem Pertence a Prioridade Histórica do Descobrimento do Piauí?"; "Adesão do Piauí à Confederação do Equador"; "Independência do Piauí"; "Os Balaios no Piauí" e "Fazendas Nacionais no Piauí".

Antônio José de Moraes Durão – Formado em Direito, autor da "Descrição da Capitania de São José do Piauí", escrito em l772.

Antônio Reinaldo Soares Filho – Geólogo, autor de: “Oeiras Municipal”.

Antônio Sampaio Pereira – Sem formação acadêmica, autor de: "Esperantina à Luz da História".

Arimatéa Tito Filho – Bacharel em Direito, autor de: "O Piauí no Congresso Nacional"; "Governos do Piauí";"Sua Excelência O Egrégio"; "A Augusta Casa do Piauí"; "Praça Aquidabã, Sem Número"; "Teresina, Ruas, Praças e Avenidas - Roteiro Turístico"; "A Igreja do Alto da Jurubeba"; "José de Freitas, Comunidade Exemplar" e "Memorial da Cidade Verde".

Artur Passos – Sem formação universitária, autor de: "História do Município"; "Roteiro Histórico do Município de Guadalupe" e "História, Economia e Lendas".

Barbosa Lima Sobrinho – Formado em Direito, autor de: "O Devassamento do Piauí".

Benjamin de Moura Batista – Formado em Medicina, autor de: “O Piauí - 1762 a 1920” e “O Piauí no Centenário de Sua Independência”, 4 volumes.

Celso Pinheiro Filho – Formado em Direito, autor de: “História da Imprensa Piauiense”.

Caio Passos – Sem formação universitária, autor de: “Parnaíba – Cada Rua Sua História”.

Carlos Eugênio Porto – Médico, autor de: "Roteiro do Piauí".

Mons. Chaves – Licenciado em Filosofia, tem cursos de Teologia, Escritura Sagrada e Direito Canônico, autor de: “Teresina Subsídios para a História do Piauí”; “O Índio no Solo Piauiense”; “Campo Maior – Lutas pela Independência” (Batalha do Jenipapo); “A Escravidão no Piauí”; “O Piauí na Guerra do Paraguai”; “O Piauí nas Lutas da Independência” e “Como Nasceu Teresina”.

Cláudio Bastos – Bacharel em Administração Pública, em Sociologia e Política, autor do “Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Piauí”.

Pe. Cláudio Melo – Formado em Teologia e Filosofia, tem Doutorado em Sociologia, autor de: "O Piauí, Realidade e Perspectivas de Desenvolvimento"; "A Pobreza Piauiense"; "Os Primórdios de Nossa História"; "A Prioridade do Norte no Povoamento do Piauí"; "Bernardo de Carvalho"; "Os Jesuítas no Piauí" (1992) e "Novas Aventuras de uma Sesmaria".

Cléa Rezende Neves de Melo – Licenciada em Língua Portuguesa e Espanhola e suas Literaturas, Pós-graduada em Filologia Hispânica e em Língua Portuguesa, autora de: “Memórias de Piripiri”.

Clodoaldo Freitas – Formado em Direito, autor de: “História do Piauí”; “Vultos Piauienses” e História de Teresina.

F. A. Pereira da Costa – Bacharel em Direito, autor da: “Cronologia Histórica do Estado do Piauí”.

Herculano Moraes – Sem formação universitária, autor de: “Memorial do Judiciário – Roteiro para a História do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí” e "Visão Histórica da Literatura Piauiense".

Higino Cunha – Advogado, autor de: "O Teatro em Teresina"; "História das Religiões no Piauí"; “Os Revolucionários no Sul do Brasil” e “A Revolução de 1930 no Piauí”.

Joel Genuíno de Oliveira – Sem formação universitária, autor de “Governos do Piauí” e “O Piauí no Congresso Nacional”. Colaborou com os principais jornais de Teresina, onde, diariamente publicava a nota “Atos e Fatos da História do Piauí”.

João Gabriel Baptista – Engenheiro Civil, autor de: Etnohistória Indígena Piauiense; Corográfico do Estado do Piauí” e “Mapas Geo-Históricos do Piauí”.

José Alves Fortes Filho – Sem formação universitária, autor de: “Adesão do Piauí à Independência do Brasil”, opúsculo e “Teresina, de Saraiva a Heráclito”, opúsculo.

José Camilo da Silveira Filho – Bacharel em Direito, autor de: "Breve Introdução ao Estudo Piauiense"; "Rebelião de Pinto Madeira e o Piauí"; "O Cochrane das Caatingas"; "O Piauí na II Guerra Mundial" e "O Piauí na Guerra dos Canudos".

José Martins Pereira de Alencastre – Profissional da área do Direito, autor de: “Memória Cronológica, Histórica e Corográfica da Província do Piauí” e “Estudos Históricos, Notas Diárias sobre a Revolta nas Províncias do Maranhão, Piauí e Ceará.

José Mendes de Sousa Moura – Engenheiro Civil, autor de “Simplício Mendes – História e Notáveis”.

José Omar Araújo Brasil – Sem formação acadêmica, autor de: “Batalha do Jenipapo – Síntese da História 179 Anos - 1823-2002”.

Judith Santana – Sem formação acadêmica, autora de: "Piripiri" e "Parnaíba".

Júlio Romão da Silva – Sem formação universitária, autor de: "Memória Histórica Sobre a Transferência da Capital do Piauí".

Luiz Mott – Licenciado em Ciências Sociais, tem Mestrado em Etnologia e Doutorado em Antropologia, autor de: "Piauí Colonial – população, economia e sociedade".

Maria da Penha Fontes e Silva – Sem formação universitária, autora de: "Piauí - Estudos Regionais do 2º grau", coautoria.

Pe. Miguel de Carvalho – De formação estritamente religiosa, autor da “Descrição do Sertão do Piauí”, escrita em 1697.

Miguel de Sousa Borges Leal Castelo Branco (II) – Profissional da área do Magistério e do Direito, autor de: “Apontamentos para a Sinopse da Província do Piauí”. Fundou o Almanaque Piauiense, onde publicou uma série de documentos históricos sobre a Província.

Moisés Castelo Branco Filho – Engenheiro Geográfico, autor de: “História da Revolução no Piauí”; “Povoamento do Piauí”; “História do Comércio de Teresina”; “História de Uma Bandeira - Desbravamento do Piauí”; “Guerra da Independência no Piauí”; “História da Cidade”; “O Piauí na História Militar do Brasil”; “Depoimento para a História da Revolução no Piauí, período revolucionário: 1922-1931” e “A Família Rural do Piauí”.

Nasi Castro – Sem formação universitária, autora de: “Amarante - Um Pouco da História e da Vida da Cidade” e “Amarante, Folclore e Memória”.

Odilon Nunes – Sem formação universitária, autor de: "O Piauí na História"; "Súmula de História do Piauí"; "Pesquisas para a História do Piauí", 4 volumes; “Apontamentos Históricos”; "Economia e Finanças"; “Piauí Colonial”; “Geografia e História do Piauí”; "Os Primeiros Currais"; "Devassamento e Conquista do Piauí"; "O Piauí, seu Povoamento e seu Desenvolvimento"; "Estudos da História do Piauí"; “A Origem das Fazendas Estaduais”; “Domingos Jorge Velho e o Assentamento das Bases Econômicas do Piauí”; “Um Desafio da Historiografia do Brasil” e "Raízes do Terceiro Mundo".

Patrício Franco – Sem formação acadêmica, autor de: “Capítulos da História do Piauí”; “O Município no Piauí”; “História do Banco do Estado do Piauí” e “Uruçuí: Sua História, Sua Gente”.

Paulo Machado – Bacharel em Direito, autor de: As Trilhas da Morte.

R. N. Monteiro de Santana – Bacharel em Direito, autor de: "Perspectiva Histórica do Piauí" e "Evolução Histórica da Economia Piauiense". Organizou o livro “Piauí: Formação - Desenvolvimento - Perspectivas”.

Reginaldo Gonçalves de Lima – Formado em Contabilidade e em Administração de Empresas, autor de: "Geração Campo Maior - anotações para uma enciclopédia".

Reginaldo Miranda – Bacharel em Direito, autor de: “Piauí em Foco”; Bertolinia: História, Meio e Homem”; “Cronologia Histórica do Município de Regeneração” e Aldeamento dos Acoroás”.

Renato Castelo Branco – Bacharel em Direito, autor de: “A Civilização do Couro”; “O Homem, Escravo e Senhor”; “A Conquista dos Sertões de Dentro”; “Senhores e Escravos (A Balaiada)”; “Domingos Jorge Velho e a Presença Paulista no Nordeste” e “A Guerra do Fidié”.

Renato Neves Marques – Sem formação acadêmica, autor de: “19 de Outubro – O Dia do Piauí” e de vários ensaios históricos dentre os quais: “O Apostolado dos Tremembés” e “Nossa Senhora do Monte Serrate, a Padroeira da Vila da Parnaíba”.

Sebastião Martins de Araújo Costa – Formado em Medicina, autor de: “História do Piauí” e “Fundação de Jerumenha”.

Socorro Santana – Sem formação acadêmica, autora de: "Terra de Bruenque".

Toni Rodrigues - Profissional da área de comunicação, ator de: "História de Altos".

Wilson Brandão – Formado em Direito, autor de: “História da Independência do Piauí” e “A Balaiada - Aspectos Sociais e Políticos (Piauí)”.

Wilson Carvalho Gonçalves – Farmacêutico, autor de: “Terra dos Governadores”; “Os Homens que Governaram o Piauí”; “Teresina - Pesquisas Históricas”; “Dicionário Histórico-Biográfico Piauiense”; “Vultos da História de Barras”; “Roteiro Cronológico da História do Piauí”; “Grande Dicionário Histórico-Biográfico Piauiense” e “Dicionário Enciclopédico Ilustrado Piauiense”.

William Palha Dias – Formado em Direito, autor de: “Piauí, Ontem e Hoje”; “O Piauí em Estudos Sociais”; “Caracol na História do Piauí” e “São Raimundo Nonato de Distrito-Freguesia a Vila”.

Zózimo Tavares – Formado em Jornalismo e Letras, Pós-Graduado em Comunicação e Marketing e Mestrando em Linguistica, autor de: “100 Fatos do Piauí no Século 20”.

Obras consultadas:

1) Dicionário Biográfico Virtual de Escritores Piauienses, de Adrião Neto.

2) Dicionário Enciclopédico Piauiense Ilustrado, de Wilson Carvalho Gonçalves.

3) Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Piauí, de Cláudio Bastos.

________________________

Adrião Neto – Dicionarista biográfico, historiador, poeta e romancista, autor do livro “Geografia e História do Piauí para Estudantes – Da Pré-História à Atualidade”.