Veja como acabar com esmalte descascado, unhas fracas e amareladas

Especialista explica como acabar com o problema nas unhas

Quebra-quebra

Unhas fracas e quebradiças geralmente são associadas à má alimentação, mas, de acordo com Bianca Wiedemann, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia (RJ), também podem indicar distúrbios da tireoide e presença de fungos. Outro fator que costuma fragilizá-las é o constante contato com a água e produtos químicos, como detergente, acetona...

Solução: além de visitar o dermatologista, é preciso investir em uma alimentação saudável e rica em ferro – espinafre, soja, grão de bico, fígado e beterraba são boas fontes do nutriente – para evitar possíveis carências. “O uso de luvas emborrachadas durante os afazeres domésticos também é indispensável”, afirma Bianca Wiedemann. Quando for pintar as garras, use bases fortalecedoras (experimente a Technology Base Fortalecedora, da Risqué, R$ 4) e, sempre que for tirar o esmalte, faça-o com removedor sem acetona três dias antes de ir à manicure. Nesse intervalo, capriche na hidratação.

Cutículas à vista

As cutículas e peles soltas só dão as caras porque estão ressecadas, sabia? E isso não é raro de acontecer, afinal, nossas mãos estão expostas à agentes externos durante todo o dia. Outro motivo de ficarem aparentes é sua retirada, nem sempre feita da maneira incorreta.

Solução: remova apenas o excesso de cutículas e empurre o restante. “Quanto mais tirar, mais pele irá aparecer”, adianta Lucineide Santos, manicure do Hi Salão (SP). Para resolver o problema de ressecamento, hidratar a região é lei. Existem diversos produtos específicos para esse fim (como o Óleo para Unhas e Cutículas, da L’Occitane au Brésil, R$ 38), mas um bom óleo de amêndoas já dá conta do recado. Aplique nas cutículas no mínimo três vezes ao dia e note a diferença!

Amarelou!

Mulheres que costumam pintar as unhas com esmaltes vermelhos e outras cores escuras são potenciais candidatas a sofrerem com o aspecto amarelado. “Mas esse também pode ser um alerta do organismo para doenças nos rins e no fígado”, avisa Bianca Wiedemann.

Solução: aplicar água oxigenada ou uma pastinha de bicarbonato de sódio e água nas unhas são os truques de Lucineide Santos para clareá-las. “Para que não aconteça novamente, use e abuse da base incolor antes de passar o esmalte”, ensina. Caso continuem amareladas, não hesite em ir ao médico, hein?

Esmalte descascado

Se a superfície da unha não estiver totalmente seca na hora de esmaltar, a fixação da cor fica comprometida. “Qualquer vestígio oleoso pode fazer com que ele lasque após um ou dois dias”, reforça Lucineide Santos.

Solução: no dia a dia, antes de pintar as unhas, procure lavar bem as mãos e secá-las completamente. Para eventuais emergências, carregue sempre o esmalte que está usando na bolsa – caso descasque, dê o truque aplicando outra camada. Ademais, o segredo é lançar mão de disfarces estratégicos,tudo o que você tem de fazer é apelar para a criatividade e cobrir o estrago com desenhos e faixas na ponta das unhas.

Fonte: http://www.taofeminino.com.br/