10 dias após sequestro buscas por menino seguem, no Maranhão

10 dias após sequestro buscas por menino seguem, no Maranhão

Sequestro completa dez dias e polícia continua sem pistas

Dez dias após o sequestro, as buscas pelo menino Pedro Paulo Lemes, de cinco anos, continuam na zona rural de São Miguel do Tocantins. Apesar do esforço da polícia e dos apelos da família, ainda não há nenhuma pista do garoto.

Ontem (5), o lavrador Arlindo Alves prestou depoimento e é uma das principais testemunhas do caso. Ele teria visto o momento em que os sequestradores trocaram de veículo, abandonando a babá da criança e seguindo em direção à cidade de Sítio Novo.

Ele relatou o instante em que avistou a caminhonete e um carro de passeio, de cor prata, em alta velocidade que deu suporte aos sequestradores. Depois de trocar de carro, eles teriam seguido com Pedro Paulo em direção à cidade de Sítio Novo. Seu Arlindo disse, ainda, ter encontrado luvas, no mato, ao lado do local em que a caminhonete estava. A mãe de Pedro Paulo confirma que os sequestradores entraram na casa dela usando luvas.

O menino Pedro Paulo foi sequestrado de casa, no Centro de Imperatriz, no dia 27 de junho. Dois homens em uma motocicleta levaram a criança e a babá. A babá foi deixada naponte Dom Afonso Felipe Gregory.

O sequestradores, até agora, não entraram em contato com a família, que continua fazendo apelos nas redes sociais e espalhando cartazes com a foto da criança pela localidade.

Denuncie

Qualquer informação sobre o paradeiro da criança pode ser repassada ao Disque-Denúncia pelos telefones 3223-5800 em São Luís e 0300 313 5800 para ligações do interior do Estado.

Fonte: G1