2 milhões de paulistanos devem visitar cemitérios neste feriado

2 milhões de paulistanos devem visitar cemitérios neste feriado

O Serviço Funerário Municipal pede aos visitantes que evitem os chamados

SÃO PAULO - Os 22 cemitérios municipais de São Paulo e o Crematório da Vila Alpina devem receber aproximadamente 2 milhões de pessoas neste sábado, 2, em função do feriado de Dia de Finados. O Serviço Funerário Municipal pede aos visitantes que evitem os chamados "enxadinhas", que cobram para colocar flores e limpar túmulos. Segundo a autarquia, os 1400 funcionários uniformizados que estarão de plantão não têm autorização para realizar tais serviços.

Outra recomendação é para que as pessoas adotem procedimentos contra a dengue e retirem os sacos plásticos que cobrem vasos de flores e os substituam por areia nos pratinhos.

O Serviço Funerário sugere ainda que os visitantes utilizem transporte coletivo para chegar aos cemitérios. A São Paulo Transporte (SPTrans) reforçará a frota de 289 linhas e criará uma especialmente para o feriado: 233F/10 Terminal A.E. Carvalho - Terminal Vila Carrão, que passará pelo Cemitério da Vila Formosa, o maior do Hemisfério Sul.

Para quem for de carro, a recomendação é para não estacionar em fila dupla, sobre calçadas ou canteiros, nem em áreas reservadas, sinalizadas com cones e cavaletes. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) montará um esquema especial neste sábado nas imediações dos principais cemitérios da cidade, com o bloqueio de vias, alteração de sentido de circulação e orientação de trânsito.

Os cemitérios municipais e o Crematório da Vila Alpina estarão abertos no feriado das 7h às 18h.

Excepcionalmente neste sábado, por causa do feriado, as ciclofaixas de lazer funcionarão das 7h às 16h. No entanto, a Ciclofaixa Centro-Luz não será ativada nas vias onde coincide com a faixa exclusiva de ônibus.

Cemitérios protestantes. A Associação Cemitério dos Protestantes (Acempro) realizará programação especial em cinco cemitérios da Grande São Paulo. No Cemitério do Redentor, no Sumaré, na zona oeste, a Companhia Coexistir fará uma intervenção teatral às 14h30. Já o Cemitério da Paz, no Morumbi, na zona sul, terá uma exposição e um workshop sobre orquídeas a partir das 9h. Músicos com violinos e instrumentos de sopro percorrerão os cemitérios da Acempro.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br