45% da obra do Centro de Convenções de Teresina já está concluída

A obra já deveria ter sido finalizada em governos anteriores

Com aproximadamente 45% de obra concluída, o Centro de Convenções de Teresina deve ser entregue em 2016. A informação foi dada pelo governador Wellington Dias, durante visita à obra, na manhã de ontem (05). A reforma do Centro iniciou em março e as obras seguem em ritmo acelerado. O Centro contará com cinco salas de reuniões, auditório com capacidade para 1.200 pessoas e ainda uma subestação de energia elétrica e restaurante.

Segundo Wellington Dias, o governo tomou como meta concluir obras que estavam paralisadas, inacabadas e o ex-secretário Flávio Nogueira conseguiu resolver alguns entraves no projeto original da construção que estavam impedindo a continuidade da obra. “Esta obra é uma necessidade de Teresina. O Centro de Convenções teve papel importante, mas ele já não conseguia dar conta, porque era pequeno para os nossos eventos”, coloca o governador, ao frisar que a obra vai para sua segunda fase.

“Garantimos tudo que estava previsto no projeto anterior, no entendimento com a Caixa, com o Judiciário e o Ministério Público. Entramos agora na fase de completar as etapas para conclusão e, em 2016, vamos entregar o Centro de Convenções, tendo a certeza de que 70 ou 80% dos eventos que são colocados em Teresina poderão ser realizados nesta área, que reúne órgãos como Câmara Municipal, OAB e Assembleia Legislativa do Piauí”, acrescentou.

Image title


O engenheiro responsável pela obra, Reginaldo Rufino Leal, comentou que toda a parte de estrutura será finalizada, inclusive a do auditório principal. “Cerca de 100 homens estão trabalhando durante o dia para finalizarmos a estrutura do auditório principal e das outras 5 salas de reuniões. Cada uma destas salas receberá de 40 a 200 pessoas”, explica o engenheiro. Na obra, também está sendo finalizada a estrutura dos ambientes de apoio, como os vestuários e banheiros. O espaço terá capacidade para receber diversos tipos de eventos, como exposições, feiras, jornadas médicas, espetáculos culturais.

Fonte: Aline Damasceno