450 trabalhadores podem ser demitidos durante greve de empreiteira da Transnordestina

A greve já dura seis dias

A greve está mantida! É o que garantem os trabalhadores da empreiteira Civil Port, na obra Ferrovia Transnordestina nos trechos entre os municípios de Itaueira e Canto do Buriti, após uma assembleia geral realizada nesta segunda-feira, 18.

Após a empresa se negar a negociar 17 itens de uma pauta de reivindicações apresentada pelo Sintepav-PI, os trabalhadores decidiram pela greve que hoje está no sexto dia.

 

Dentre os itens estão questões ligadas aos salários e saúde. O diretor do Sintepav-PI, Romeu Gomes, pelo menos 90% dos trabalhadores estão de braços cruzados. Ele está na região há uma semana tentando negociar com os representantes da empresa.

Romeu afirma ainda que, além de não negociar com os trabalhadores, a empresa está promovendo uma onda de demissões. Ao todo, 450 trabalhadores estão cogitados para serem demitidos. 150 já foram, enquanto 300 podem ser a qualquer momento.

 

Fonte: Com informações do Piauí Hoje