'50 tons de cinza' aumentou acidentes sexuais, dizem bombeiros de Londres

Nos últimos três anos, o custo total das operações de salvamento teria aumentado em cerca de 400 mil libras (R$ 1,7 milhão). De abril de 2013 para cá, houve 393 incidentes

O corpo de bombeiros de Londres está preocupado com o chamado "efeito 'Cinquenta tons de cinza'". Em texto publicado no site oficial da coporação nesta quinta-feira (12), dia da estreia do filme, há um alerta de que ele "poderia levar as pessoas a ficar presas ou enroscadas em objetos como algemas ou anéis". Isso porque a história do longa, de forte teor erótico, é protagonizada por um casal que pratica jogos com brinquedos sexuais. A produção adapta o primeiro volume da trilogia best-seller escrita por E.L. James e descrita como "pornô para mamães".

"Em 2013/14, os bombeiros atenderam 472 incidentes envolvendo pessoas presas e enroscadas, muitas vezes com acessórios domésticos usados no dia a dia. Isso tem aumentando constantemente, ano após ano, desde o lançamento dos livros de 'Cinquenta tons de cinza'", diz o comunicado. O primeiro capítulo saiu em 2011.

Nos últimos três anos, o custo total das operações de salvamento teria aumentado em cerca de 400 mil libras (R$ 1,7 milhão). De abril de 2013 para cá, houve 393 incidentes, aumento que os bombeiros acreditam ter relação com sexo. Desse total, 28 envolviam pessoas presas em algemas. Além disso, 293 anéis de dedo foram removidos, incluindo sete casos em homens tinham anéis presos em seus pênis. Cada um desses acidentes teria custado aos contribuintes alegadas 295 libras (R$ 1,288 mil).

 Algemas e anéis
Um gráfico informa que os incidentes envolvendo "remoção de objetos de pessoas" ou "remoção de pessoas de objetos" totalizaram cerca de 420 em 2010/2011.

Em 2011/2012, saltaram para cerca de 445. No último período observado, 2013/2014, já foi ultrapassada a marca de 470 ocorrências.

A nota cita ainda uma campanha iniciada pela brigada para prevenir acidentes. Chama-se "Cinquenta tons de vermelho" (no orginal: #FiftyShadesOfRed). No Twitter oficial da corporação, há uma série de alertas sobre riscos do uso de brinquedos sexuais (veja fotos abaixo).

Ainda assim, incidentes embaraçosos continuam a acontecer. O texto descreve um caso de novembro de 2014 no qual os bombeiros tiveram de socorrer um homem que, durante três dias, ficou com dois anéis de metal presos em seu pênis.

Inicialmente, ele teria sido levado a um hospital da capital inglesa, mas, depois de os médicos concluírem que a remoção dos anéis era inviável, os bombeiros foram acionados. Para concluir o serviço, usaram um instrumento hidráulico.

Um oficial do corpo de bombeiros de Londres chamado Dave Brown afirma na nota: "O efeito 'Cinquenta tons de cinza' parece ler elevado ao máximo o número de incidentes com algemas, então esperamos que os espectadores do filme usem o bom senso para evitar chegar a situações extremas".

Por fim, a brigada de Londres dá três conselhos básicos:

– O bom senso é necessário – se [algo] não parece seguro, provavelmente não é mesmo, então não faça isso!;

– Se você usar algemas, sempre mantenha as chaves acessíveis;

– Dedos e aparelhos eletrônicos não se dão bem, especialmente aqueles com lâminas.

Fonte: G1