57 túmulos são revirados em cemitério de São Paulo

O cemitério da Saudade, um dos maiores de Bauru, cidade a 329 quilômetros de São Paulo

O cemitério da Saudade, um dos maiores de Bauru, cidade a 329 quilômetros de São Paulo, teve 57 túmulos violados na madrugada do sábado (11). As pessoas que invadiram o local abriram caixões, espalharam ossos, quebraram vasos e adereços das lápides.

De acordo com a polícia, nada foi furtado. Os investigadores suspeitam que a ação foi feita por um grupo que tem como ritual se reunir em cemitérios.

As famílias proprietárias dos túmulos estão sendo avisadas pela Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Rural (Emdurb) que já providenciou o conserto do que foi danificado.

É a terceira vez, em três meses, que o cemitério é alvo de criminosos. Em abril, 32 túmulos foram violados, e em junho, 13. A empresa de desenvolvimento urbano abriu licitação para a instalação de câmeras de segurança no local. Os equipamentos terão capacidade para captar imagens no escuro. Não há prazo estabelecido para a compra dos equipamentos. Após a ação dos vândalos, a Polícia Militar intensificou as rondas no entorno do cemitério.

Fonte: g1, www.g1.com.br