80 pessoas ficam feridas em choque de trens dentro de túnel na Cidade do México

Um funcionário da empresa disse que o choque foi frontal

Dois trens se chocaram na área metropolitana da Cidade do México, na noite deste sábado (18). Pelo menos 80 pessoas ficaram feridas, além de 16 pessoas ficarem presas nas ferragens.

O Secretário de Defesa Civil da capital mexicana, Elías Miguel Moreno, disse que a situação no lugar do acidente "é bastante complicada", pois há "muito caos, muita desordem".

Moreno assegurou que até o momento não há nenhum morto e estimou o número de feridos entre 80 e 100, dos quais seis foram levados a hospitais, embora nenhum em estado grave.

Um funcionário da empresa disse que o choque foi frontal, embora uma emissora de rádio tenha informado que o impacto foi diferente e que deixou 83 feridos, entre eles 30 em estado grave.

O porta-voz da Cruz Vermelha no bairro de Polanco da capital mexicana, Ernesto González, disse que até o momento foram contabilizados 70 feridos.

González disse, no entanto, que o choque aconteceu dentro de um túnel, de onde o pessoal de Cruz Vermelha está evacuando os feridos para os hospitais próximos.

"Até o momento o pessoal que está trabalhando não reportou mortos", assegurou González.

O choque aconteceu perto de Tlanepantla, na estação de San Rafael, localizada no Estado do México, limite com a capital mexicana.

O Trem Suburbano da Zona Metropolitana, construído e operado pela espanhola CAF, e que funciona desde julho do ano passado, cobre um trecho de 27 quilômetros desde Buenavista, na capital mexicana, até Cuautitlán, no vizinho Estado do México.

Uma das vítimas do acidente, que se identificou como Víctor Pérez, disse à rádio que o trem parou duas vezes durante 15 minutos e na segunda ocasião foi golpeado por outra composição.

"Em seguida sentimos um golpe muito forte. Há muitos companheiros feridos, alguns gravemente", relatou.

Fonte: g1, www.g1.com.br