Pelo menos 97 mil meninas receberão vacina contra o vírus do HPV no Piauí

A vacina passa a integrar o calendário de vacinação a partir de 10 de março e acontece nas escolas e também nas unidades de saúde.

A campanha de vacinação contra o câncer de colo do útero no Piauí deverá imunizar 97 mil meninas entre 11 e 13 anos de idade contra o HPV. A meta do Estado é vacinar ao menos 80% do público-alvo. As doses da vacina destinadas ao Piauí já estão em Teresina e devem ser repassadas aos municípios. A vacina contra o HPV passa a integrar o calendário de vacinação a partir de 10 de março. Para completar o ciclo de vacinação, cada adolescente deverá tomar três doses.

A estratégia para que a cobertura vacinal atinja o maior número de meninas está sendo repassada durante toda a quarta-feira (26), com uma capacitação voltada para os secretários municipais de Saúde. A reunião está sendo realizada no cine-teatro da Assembleia Legislativa e conta ainda com palestras e informações sobre o combate ao sarampo, cujo número de casos no vizinho Estado do Ceará é alto.

De acordo com a coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), Doralice Lopes, responsável pela capacitação, a vacinação deverá ser feita nas escolas públicas e privadas, como também estará disponível nos postos de saúde. ?O ciclo de vacinação está dividido em três etapas, sendo que neste primeiro momento a primeira dose acontecerá em março, nas escolas, e também nas unidades de saúde. A segunda dose será feita seis meses depois e, a terceira dose será aplicada depois de cinco anos, contados da primeira dose?, explicou.

Para a secretária municipal de Saúde de Valença do Piauí, Fátima de Sousa, que participa da capacitação, o encontro é bastante proveitoso porque possibilita aos municípios um melhor diálogo entre os gestores e os técnicos da Sesapi. ?Em se tratando de vacina, tudo muda constantemente e é preciso vivenciarmos essa constante troca de ideias e avaliação de campanhas. Queremos não só vacinar nossas meninas, mas, também, levar a elas a importância da prevenção contra o HPV?, pontuou.

Este ano, será vacinado o primeiro grupo (11 a 13 anos). Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para a meninas a partir dos 9 anos. Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação. Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra o HPV tem eficácia comprovada para proteger mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. Hoje, é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, por meio de programas nacionais de imunização.

Fonte: Jornal Meio Norte