Homem foi comido por cães 24 horas após sua morte

Homem foi comido por cães 24 horas após sua morte

Segundo a presidente da APIPA, Rosely Klein na hora da fome os animais passam a agir por instinto

Na tarde da última quinta (14) o auxiliar de serviços gerais Raimundo Nonato de Silva Neto, de 51 anos, foi encontrado morto em sua residência, no bairro Macaúba, zona Sul de Teresina. A causa da morte ainda é desconhecida, mas o que chamou atenção é que o rosto da vítima estava desfigurado, segundo os vizinhos possivelmente por mordidas dos dez cães que Raimundo Nonato criava.

O meionorte.com conversou com o perito criminal, Ciro Lima que defende a hipótese de Nonato como era mais conhecido foi mordido pelos cães 24h após sua morte, ?A concentração de vestígios estavam próxima a vítima, sendo assim a hipótese mais evidente é que os cães comeram o dono pós-morte?, afirmou o perito.

O médico veterinário e empresário de um pet shop, Dr. Neto analisa as condições em que eram criados esses animais, ?Não é aconselhável criar uma quantidade grande de animais quando não se pode oferecer espaço, alimentação, água para os mesmos?. Segundo o veterinário os cães são reflexos do dono, se algum dia você o tratar com violência, logo eles irão revidar e se tornaram violentos também.

Roseli Klein, presidente da APIPA - Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais, diz que a carne humana não está na cadeia alimentar dos cães, mas como no instinto humano, na hora da fome comem o que está a sua disposição, ?Nós temos que colocar para a sociedade a guarda responsável na criação de animais?, finaliza Klein.

Fonte: Waldelúcio Barbosa