"A casa estava suja", diz menina de 7 anos espancada pelo pai

"A casa estava suja", diz menina de 7 anos espancada pelo pai

PM foi acionada; avó das crianças afirmou que elas são espancadas.

Um menina e um garoto, de sete e oito anos, foram encontrados sozinhos e com marcas de espancamento em uma residência do Conjunto Cidadão, na zona Oeste de Boa Vista, conforme a Polícia Militar. A avó materna das crianças, de 67 anos, recebeu uma denúncia anônima sobre a situação delas. Ela contou que os netos foram espancados pelo pai com chinelada nas costas, que deixaram lesões.

"Não é a primeira vez que essas crianças apanham desse jeito. A menina é filha legítima dele com minha filha. O garoto é enteado, que criei desde pequeno, mas ele foi morar com o padrasto e, desde então, vem sofrendo essas agressões", afirmou a avó. Ela revelou ter tido coragem para denunciar o caso à polícia.

"Não aguentei mais ver essas crianças sendo espancadas simplesmemte porque não conseguem fazer serviços que são para adultos fazerem", disse, acrescentando que os pais haviam saído de casa às 9h dessa quarta (19) e até a noite ainda não haviam retornado, quando a PM chegou ao imóvel. A avó adiantou que pedirá a guarda dos netos.

A menina contou que foi espancada pelo próprio pai porque o chão do imóvel estava sujo.

"O meu pai chegou e viu que tinha areia no chão. Ele olhou para mim e disse: "Não limpou, né?". Falei para ele que já havia varrido, mas os meus irmãos pequenos sujaram quando entraram em casa. Meu pai pegou o chinelo e começou a bater forte nas minhas costas", chorou a menina.

Ela e o irmão de oito anos fazem a comida e toda a limpeza da casa, segundo depoimento. A menina afirmou que o garoto também foi espancado pelo padrasto. "Ele pede para eu limpar o quintal, ajudar a fazer comida, passar pano no chão, lavar louça", detalhou o garoto, que apresentava marca de queimadura no braço, provocada por uso de fogão.

De acordo com uma policial, as crianças cozinham macarrão integral para comer. Além disso, quando eram espancadas, o pai colocava a mão na boca para elas não gritarem. "A menina estava com dor de cabeça na noite passada e foi pedir remédio para a mãe. Ela disse que "era bom a filha dormir assim"", contou.

As crianças e a avó foram levadas à Central de Flagrantes no 5° Distrito Policial. A mãe foi conduzida horas depois à delegacia, mas o pai ainda não havia sido encontrado.

De acordo com o delegado Alberto Alencar, a mulher foi presa em flagrante por abandono de incapaz e maus-tratos. Uma fiança de dez salários mínimos foi arbitrada. Ele diz que os pais que têm filhos pequenos em casa e saem para festas deixando-os sozinhos por um longo período, podem estar cometendo um crime.

"Os pais têm obrigação de cuidar das crianças, tendo em vista que elas não podem ficar em estado de vulnerabilidade", destacou, acrescentando que as crianças estão desnutridas.

Em depoimento, a mãe disse que ela e o marido precisam trabalhar, por isso as crianças costumam ficar sozinhas. Ela ainda afirmou que o pai bateu nos filhos porque eles precisavam ser "disciplinados".

Fonte: G1