Ação de combate à dengue fiscaliza sucatas na zona Sul de Teresina

Só no primeiro trimestre deste ano foram notificados 1.887 casos suspeitos no Piauí, deste total 1.091 foram apontados em Teresina

Com período chuvoso, as possibilidades de proliferação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, aumentam, consideravelmente, bem como os casos suspeitos da doença. Só no primeiro trimestre deste ano foram notificados 1.887 casos suspeitos no Piauí, deste total 1.091 foram apontados em Teresina. Situação, esta, que tem provocado lotação nos postos de saúde da capital.


Diante deste cenário, a Prefeitura de Teresina, através da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU/Sul) realizou na manhã de ontem (23), a ação de fiscalização das sucatas, para alertar quanto aos proprietários que tomem os devidos cuidados com água parada.

A iniciativa que iniciou no Bairro Santa Luzia, zona Sul, escolhida por ter grande incidência de sucatas, contou com uma equipe formada por 12 fiscais, quatro fiscais motorizados, um caminhão e três garis. Para Alberto Melo, assistente técnico da fiscalização da SDU/Sul, ação é para combater o mosquito transmissor da Dengue. Serão mais de 20 sucatas que serão fiscalizadas e pede apoio da população.

“Nosso objetivo é tentar combater esse mosquito. Estamos trabalhando em terrenos baldios, sucatas, na regularização, cobertura da mesma e casas abandonadas. É um trabalho constante, que deverá ser feito todos os dias, não apenas por nós, o ideal é que a população contribua, para ter melhores resultados” esclarece o assistente técnico.

Alberto Melo garante que a ação fiscal é um trabalho de repressão, com a finalidade de orientar e alertar os proprietários sobre os problemas de saúde que a água parada pode trazer para todos.

“Essa nossa fiscalização é mais um trabalho de repressão, no sentido de orientar e alertar os proprietários dos imóveis, fazendo o monitoramento e tentar conscientizá-los que ele pode adoecer a família e também os vizinhos”, destaca.

A ação tem mobilizado os proprietários de sucata para realizar limpezas diárias ou colocar lonas no material trabalhado, caso estes descumpram a exigência, serão notificados.

A fiscalização deve continuar nos próximos dias. Hoje (24) será visitado o Bairro São Pedro, também na zona sul e estão previstos ainda o Bairro Vermelha e os adjacentes.

 

Fonte: Virgínia Santos e Marcia Gabriele