Acusada de fazer sexo com menor é inocentada e sofre ameaças

"Fui chamada de pedófila e coisas horríveis", disse ela.

Se nos filmes, novelas e seriados personagens batalham para provar inocência, na vida real não é nada diferente. Karen Seldon, de 44 anos de idade, que chegou a  ser acusada de manter relações sexuais com um garoto de apenas 15 anos, é a prova viva disso.

Image title

A mãe do garoto, que não teve o nome divulgado, acusava Karen de seduzir seu filho  por meio do Facebook. "Além de bêbada, Karen estava usando um vestido preto e branco que mal cobria seu traseiro", afirmou a mãe do adolescente.

No celular do jovem, segundo informações, havia fotos de Karen vestida somente de calcinha e sutiã. O caso ganhou repercussão e foi parar no tribunal da cidade de Abercarn, sul do País de Gales. No entanto, o juri considerou as fotos 'insuficientes' enquanto provas.

Mesmo após ter sido absorvida pelo  tribunal, Karen continuou a ser hostilizada, maltratada e humilhada. Além disso, passou a receber ameaças diárias. "Fui chamada de pedófila e coisas horríveis", disse. "Muitas pessoas tacavam ovos e tomates na minha casa", acrescentou.

Image title




Fonte: Com informações do R7