ADH vai entregar mais de mil casas nos próximos 60 dias

A equipe técnica da ADH já se prepara para, no dia 5 de maio, realizar a entrega de 357 casas do Residencial Paulo de Tarso, em Teresina, e 907 unidades habitacionais em 24 municípios do Piauí


A diretora-geral da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), Gilvana Gayoso, esteve reunida com os servidores da casa, nessa segunda-feira (13), para anunciar as próximas ações da gestão. A equipe técnica da ADH já se prepara para, no dia 5 de maio, realizar a entrega de 357 casas do Residencial Paulo de Tarso, em Teresina, e 907 unidades habitacionais em 24 municípios do Piauí.

Dentre os municípios beneficiados estão: Dom Expedito Lopes (40 casas), Lagoa do Piauí (30), Paquetá (33), Passagem Franca do Piauí (40), Queimada Nova (40), Santo Inácio do Piauí (40), São José do Piauí (32), Wall Ferraz (39), Bela Vista do Piauí (40), Belém do Piauí(40), Buriti dos Montes (40), Brejo do Piauí (36) e Pedro Laurentino (39), Cocal (50 casas). “Todas as obras de habitação que estavam paradas serão retomadas por determinação do governador Wellington Dias”, declara Gilvana Gayoso. Segundo ela, a equipe técnica da ADH se prepara também para a entrega de 218 unidades habitacionais do Residencial Jacinta Andrade. ”

Será a última etapa do empreendimento. Com essas 218 casas, vamos concluir as 4.300 previstas no projeto inicial”, informa Gilvana Gayoso.

Mais obras - Durante a entrega de 286 casas, de um centro cultural e uma unidade básica de saúde no Residencial Jacinta Andrade, na semana passada, o governador Wellington Dias anunciou a construção de duas creches e três escolas para a região.

“O investimento dessas obras será mais de R$5 milhões, e o governador Wellington Dias ainda autorizou uma obra de esgotamento sanitário, orçada em R$12 milhões”, conta a diretora-geral da ADH. Sub 50 - Em relação às 907 casas que serão entregues no interior, são empreendimentos financiados com recursos federais, construídos através do Programa Minha Casa Minha Vida

(Sub 50), que é voltado para municípios com até 50 mil habitantes. De acordo com Gilvana Gayoso, o Governo Federal fez um investimento superior a R$20 milhões na construção dessas moradias no Piauí.

Ela reafirma que as obras que estavam paradas devido pendências estão sendo todas retomadas. “Não faz sentido para o Governo investir milhões na construção dessas casas e não entregar. As famílias beneficiadas aguardam com ansiedade por essas moradias”, finaliza a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso.

Fonte: Portal MN