Adolescente com problemas mentais morre após ter sido queimado no DF

Adolescente com problemas mentais morre após ter sido queimado no DF

De acordo com a mãe, o jovem era viciado em drogas e ela já havia tentado interná-lo várias vezes

O adolescente de 17 anos que teve 85% do corpo queimado em Ceilândia (DF) na última terça-feira (29) não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quarta-feira (30) no Hran (Hospital Regional da Asa Norte), onde estava internado na UTI.

De acordo com a mãe, o jovem era viciado em drogas e ela já havia tentado interná-lo várias vezes em uma instituição para tratamento de dependentes químicos. O garoto, segundo laudos psiquiátricos, apresentava distúrbios mentais e precisava de acompanhamento 24 horas.

Segundo a polícia, o jovem pode ter sido alvo de um acerto de contas por ser usuário de drogas. A vítima teria dito ao seu irmão que teve as roupas arrancadas e que dois homens jogaram gasolina e colocaram fogo nele.

O jovem conseguiu atravessar uma rua e caiu enquanto tentava apagar o fogo. Ele seguiu até uma casa de apoio, que fica perto do local onde sua mãe trabalha. A polícia informou que imagens de uma câmera de segurança serão usadas para esclarecer o crime.

Fonte: r7