Aprenda a melhorar o networking do seu escritório jurídico

Aprenda a melhorar o networking do seu escritório jurídico

O networking é essencial para captação de clientes

Para um bom escritório de advocacia funcionar direito, é necessário ter uma boa rede de relacionamento profissional. O networking é essencial para captação de clientes, melhora a reputação no mercado e ajuda a alavancar o negócio.

Para que melhorar o seu networking, listamos algumas dicas essenciais nesse processo. Confira:

1. Participar de cursos e palestras

Seminários, congressos, cursos e palestras são boas oportunidades para conhecer outros profissionais da área, especialmente aqueles que estão no departamento jurídico de empresas. Além de participar como ouvinte, muitos advogados são convidados a dar cursos e palestras sobre suas áreas de especialidade. Ao demonstrar domínio sobre certos temas, você também passa a se tornar referência no assunto para aqueles ouvintes.

2. Indicar e ser indicado

Quando se formam parcerias entre advogados e escritórios de advocacia, ainda que eles não atuem na mesma área, é possível aumentar as chances de prospecção de clientes dessa forma.

3. Ter sempre cartões de visita à mão

É preciso ter sempre à mão os principais contatos (e-mail e telefone), porque nunca se sabe quando será possível encontrar um cliente em potencial. Bons profissionais guardam uma agenda de números de telefone, e-mails e endereços com todas essas referências, por isso é importante que seus cartões também sejam profissionais, elaborados e de bom gosto.

4. Investir em reuniões mais informais

É nos ambientes mais informais que você estabelece os melhores contatos profissionais. Nesses ambientes há mais segurança e franqueza nas conversas, o que pode render mais serviços e parcerias no futuro.

5. Manter bom relacionamento com colegas de curso e de trabalho

Lembre-se de que colegas de faculdade e ex-colegas de trabalho podem ser importantes contatos no futuro, seja na advocacia, no setor público, na indicação de correspondentes, ou mesmo na atuação direta em empresas. Cultive o contato com essas pessoas desde cedo.

Fonte: Apvogo