Aeroporto volta funcionar em horário normal em Teresina

Isto afeta nosso estado quando se depende de sistemas nacionais como aeroportos e bancos que a partir deste domingo voltarão ao horário normal

Amanhã o distrito federal e as cidades do Centro-Oeste, Sudeste e Sul terão que atrasar em uma hora seus relógios, pois na madrugada deste sábado encerra o horário de verão instituído em outubro, tendo duração de 119 dias.

O Piauí e o resto dos estados da região nordeste e norte não participaram desta mudança. Contudo, isto afeta nosso estado quando se depende de sistemas nacionais como aeroportos e bancos que a partir deste domingo voltarão ao horário normal.

O superintendente Wilson Estrela observa que agora todos os voos do Aeroporto de Teresina terão horário equivalente à capital federal e às da região sudeste. "Não temos horário de verão , mas somos atingidos porque aviação afeta o Brasil inteiro.

Se antes nós tínhamos um voo previsto para meio-dia, nos estados com horário de verão esse voo chegava aqui às 11 horas", observa como era antes e afirma que agora estes voos estão com horários sincronizados.

Apesar da mudança, ele observa que as pessoas devem continuar chegando uma hora antes do voo para fazerem o check-in. Com o horário de verão, às vezes tinham que chegar com duas horas de antecedência como aponta Wilson.

Ele também destaca que é interessante os passageiros entrarem em contato com a companhia ou com agência de viagens para confirmar o voos. Principalmente aqueles passageiros que marcaram suas viagens com muita antecedência para destinos da região Sul, Sudeste e Centro-oeste e não previram o término do horário de verão. As companhias e agências de viagem devem estar atentas para dar as devidas orientações aos clientes.

No Brasil, o horário de verão foi criado no verão de 1931/1932, pelo então presidente Getúlio Vargas, com o decreto 20.46. Nessa época do ano, os dias são mais longos por causa da posição da Terra em relação ao Sol, e o objetivo é aproveitar a luminosidade natural e reduzir o consumo de energia.

No Norte e Nordeste este horário não é adotado devido à proximidade da linha do Equador que faz com que a duração dos dias não aumente de maneira significativa, como na região sul, mas distante da Linha do Equador.

Os estados que aderiram foram: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás e Distrito Federal. O estado do Tocantins, que aderiu à mudança no ano anterior, optou por não mexer nos relógios.

Fonte: Vicente de Paula