Agências de turismo montam estratégias para atrair clientes

No entanto, com o aumento do dólar, estes estão sendo obrigados a desfazerem as malas e aproveitar as férias em terras brasileiras.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (28) DO JORNAL MEIO NORTE

É inegável que os brasileiros gostam muito de viajar, inclusive para países estrangeiros. Isso pode ser comprovado em dados do Ministério do Turismo, em que apontam um salto no número de passageiros, de 38 milhões em 2008 para 63 milhões em 2013. No entanto, com o aumento do dólar, estes estão sendo obrigados a desfazerem as malas e aproveitar as férias em terras brasileiras.

Segundo agências de turismo de Teresina, houve uma redução significativa na procura por passagens áreas, em relação ao ano passado, sendo necessário a criação de estratégias variadas para chamar a atenção dos clientes. Elas apontam que o principal vilão da história é o aumento do dólar, moeda dos Estados Unidos, porém reflete negativamente no comércio brasileiro.

Para Adalberto Leitão, gerente de vendas de agência de turismo, existem quatro razões que inibem os brasileiros a realizar viagens e destaca além do aumento do dólar, está o aumento dos preços das passagens. “São quatro fatores que fizeram com que os piauienses e mesmo os brasileiros viajassem menos, o principal deles é a queda do dólar, que reflete no aumento do combustível, e por sua vez, as passagens áreas também estão mais caras, o que faz com que houve mais promoções áreas. Além disso, a receita federal está mais atenta para coibir a evasão fiscal”, explica o gerente de vendas.

Adalberto Leitão garante que apesar do aumento do dólar, ainda há quem viaje, devido ao euro se encontrar em baixa e, principalmente, pelas tarifas programadas com preços variados e descontos.

Fonte: Márcia Gabriele