Agências paralisam e cancelam agendamentos de aposentadorias

Durante a paralisação, quase todos os atendimentos serão suspensos

As 32 agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) do Piauí terão parte do atendimento paralisado a partir de hoje (07). Isso porque os técnicos e analistas do órgão deflagraram greve por tempo indeterminado. O movimento reivindica melhorias nas condições de trabalho da categoria.

Entre os pontos de reivindicação, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social no Estado do Piauí (Sintsprevi), Antônio Machado, estão a reposição das perdas salariais, implementação do plano de cargos e carreiras, equiparação salarial entre servidores ativos e inativos, redução da carga horária para 30 horas e concurso público para a reposição do quadro de 15 mil servidores para todo país.

“Estamos reivindicando uma condição melhor de trabalho. O movimento está forte e a partir de hoje vamos percorrer todas as agências do Estado para que todos os analistas e técnicos possam aderir à greve”, conta Antônio Machado.

Durante a paralisação, quase todos os atendimentos serão suspensos. De acordo com o presidente do sindicato, agendamentos de aposentadoria, perícias médicas e benefícios assistenciais serão interrompidos. “Só atenderemos casos complexos como a liberação e manutenção de pagamentos”, finaliza Machado. Entre as agências que terão os serviços paralisados estão Teresina, Parnaíba e de outras cidades do interior.

A concentração da greve será na agência do INSS situada na Rua Areolino de Abreu, no centro de Teresina.

Fonte: Virgínia Santos e Izabella Pimentel