Alevinos são utilizados para evitar a dengue na zona rural do município de Picos

Alevinos são utilizados para evitar a dengue na zona rural do município de Picos

Os peixes são alimentados apenas com larvas do mosquito

Uma parceria entre o Centro de Zoonoses, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde e a Verde Vale, firmada em 2012, no combate ao mosquito transmissor da dengue, vem dando resultado. No último dia 25, centenas de alevinos foram depositados em cisternas no povoado Mirolândia, zona rural do município de Picos.

"No ano passado nós firmamos uma parceria com a Verde Vale, ele fornece os alevinos e a gente coloca em grandes depósitos de água em localidades da zona rural, como é o caso da Mirolândia, que é uma forma de controle comprovadamente eficaz no combate ao vetor transmissor da dengue", ressaltou o coordenador do Centro de Zoonoses, Agenor Martins.

De acordo com o coordenador do Centro de Zoonoses, Agenor Martins, desde 2007 o controle das larvas dos mosquitos da dengue em pequenos reservatórios de água, em alguns povoados como Fátima do Piauí, Três Potes, Mirolândia dentre outros é feito através da inserção de alevinos nas cisternas. Os peixes são alimentados apenas com larvas do mosquito.

As espécies utilizadas são tambaqui, tilápia e agora o barrigudinho, também conhecido como gouppys ou lebiste. Foi buscada uma nova espécie que não crescesse tanto e nem comprometesse a qualidade da água.

Fonte: Jornal Meio Norte