"Alguns bandidos estão estragando", diz Pelé sobre os protestos pelo país

Craque afirma ainda que Seleção não tem nada a ver com corrupção.

Indignado com os atos de vandalismo cometidos por grupo infiltrados entre manifestantes pacíficos na Baixada Santista, Pelé falou sobre os recentes protestos que acontecem em todo o Brasil. Segundo ele, bandidos infiltrados estão estragando um movimento legítimo da sociedade brasileira. Ele também aproveitou para afirmar que a Seleção Brasileira não tem nada a ver com corrupção.



Pelé critica as pessoas que estão usando os protestos para praticar atos de vandalismo. "Os bandidos estão estragando uma passeata que é de paz, de reivindicação, para o melhor do povo brasileiro, da nossa sociedade. Muitos estão aí com bandidagem, e nós temos que lutar contra isso. Eu acho que não podemos deixar, de maneira nenhuma, que alguns bandidos estraguem essa oportunidade. O nosso país merece ter um meio de transporte melhor, uma saúde melhor e uma escola melhor. Estou 100% de acordo com essa maneira de pensar e com esse povo que está na rua, mas o mau-caráter eu não aceito. A gente devia passar isso para esse pessoal que não quer que as coisas melhorem?", ressalta.

Segundo Pelé, o momento esportivo do país também não pode ser prejudicado. "Eu acho que nós não podemos misturar. A Copa do Mundo, a Olimpíada e a Copa das Confederações, que são eventos importantes para o nosso país crescer. Eu estou de acordo, nós temos que brigar, lutar contra a corrupção, sem dúvida nenhuma. Eu pedi para o governo dar educação quando fiz o milésimo gol. Então é isso mesmo, tem que reivindicar, mas nós não podemos misturar. Os jogadores da Seleção não têm nada a ver com a corrupção do governo, isso tem que ser separado. A minha intenção é pedir aos nossos queridos amigos brasileiros para que não estraguem esse momento do Brasil por causa de um problema interno, de corrupção. A Seleção e os jogadores não têm nada com isso", conclui.

Copa das Confederações

Em entrevista nesta quarta-feira (19), pouco antes do jogo entre Brasil e México, válido pela Copa das Confederações, Pelé fez um apelo aos torcedores do Brasil. Apesar do pedido do Rei, os torcedores viraram de costas na hora do hino nacional. "Vamos esquecer toda essa confusão que está acontecendo no Brasil e vamos pensar que a seleção brasileira é o nosso país, é o nosso sangue. Não vamos vaiar a seleção. Vamos apoiar até o final.", argumentou Pelé.

Fonte: G1