Aluno é suspenso de escola por fazer carinho em colega na BA

Pontes disse que a mãe do menino solicitou a transferência da criança

Um menino de 11 anos foi suspenso por dois dias de uma escola pública de Salvador (BA) após a vice-diretora da instituição avaliar que ele estaria praticando "indecência" com um colega de aula. A secretaria estadual de Educação da Bahia informou que a professora foi afastada das funções de vice-diretora e que sua exoneração será publicada na edição deste fim de semana do Diário Oficial.

Segundo a secretaria, após ver o estudante da 5ª série fazendo carinho na cabeça de um colega, a educadora teria questionado o menino sobre a sua orientação sexual. Ela também teria escrito um bilhete para a mãe da criança, pedindo que prestasse mais atenção no filho.

De acordo com o chefe de gabinete da secretaria de Educação, Paulo Pontes, a decisão de exonerar a professora do cargo de vice-diretora foi tomada porque a conduta não respeitou as orientações passadas aos gestores escolares.

"Lamentamos a atitude da vice-diretora. Nossa orientação é sempre no sentido da inclusão e de respeito às diferenças. Atuamos de forma pedagógica, na perspectiva de construção do indivíduo e sua cidadania, com inclusão social, de gênero e de respeito à diversidade".

Pontes disse que a mãe do menino solicitou a transferência da criança para outro colégio, o que deve ser atendido. O caso aconteceu na Escola Estadual Professora Armandina Marques, localizada no bairro de Pau da Lima.

Fonte: Terra