Alunos de campi do interior enfrentam dificuldades para frequentar a Universidade

A situação também é presente em outros campi, como o de Picos, Parnaíba, Corrente e Bom Jesus

A situação de alunos que moram em municípios próximos à cidade de Floriano e precisam percorrer até 180 quilômetros por dia para frequentarem aulas na Universidade Estadual do Piauí (Uespi) do campus de Floriano foram relatadas durante visita do candidato a reitor pela Chapa 22 ?Nossa Uespi?, professor Antônio Honório, ao campus da instituição na última sexta-feira (25).

Na ocasião, ele tomou conhecimento de que aproximadamente 80% dos alunos do interior do Estado não vivem nos municípios sede dos campi.

De acordo com o estudante de Ciências da Computação, Jarbarson de Jesus Borges, muitos de seus colegas moram em Guadalupe, a 90 km de Floriano, e são obrigados a fazer o percurso de ida e volta para estudar. De acordo com ele, são alunos carentes que não conseguem mais manter os custos dessas viagens. ?A nossa proposta de melhoria é que a Universidade consiga uma forma de subsidiar o transporte desses alunos?.

O professor Antônio Honório ressaltou que a situação também é presente em outros campi, como o de Picos, Parnaíba, Corrente e Bom Jesus e se comprometeu a apresentar uma solução para o caso. ?A nossa proposta é tentar resolver esta situação do transporte dos alunos por meio de convênio com o Governo Federal, Secretarias de Assistência Social estadual e municipais, recursos do Orçamento do Estado e iniciativa privada?, afirmou.


Alunos de campi do interior enfrentam dificuldades para frequentar a Universidade

Fonte: Ascom