Alunos voltam da Oktoberfest, direto para urnas de votação

Alunos voltam da Oktoberfest, direto para urnas de votação

Thiago elogiou a não aplicação da lei seca nessas eleições na Capital

Jaqueline Gonçalves Arcie, 20 anos, é aluna da terceira fase de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e chegou às 7h30 em Florianópolis vinda da Oktoberfest em Blumenau, no Vale do Itajaí. Como já estava na universidade, aguardou a abertura da seção da reitoria para justificar o voto, pois é eleitora da cidade de Curitiba (PR).

Desde os 16 anos, a estudante faz questão de votar e esta é a primeira vez que precisou justificar o voto. "Votei lá no primeiro turno. Só não fui no segundo por ter que ir no sábado e retornar no domingo. São quatro horas de viagem, então, preferi voltar no feriado da próxima semana", explicou.

Outro estudante que também votou cedo na UFSC foi Thiago Millis Pereira, 25 anos, que mora no bairro Pantanal, em Florianópolis. Ele é aluno de Gastronomia das Faculdades Assesc, chegou às 8h, direto da festa de Blumenau com amigos, e foi direto ao Centro de Desportos (CDS) para votar. "Alegre demais", o estudante elogiou a não aplicação da lei seca nessas eleições.

Thiago não concorda com a obrigatoriedade do voto. "Não tinha vontade de votar nesse segundo turno, só não vou anular porque não vale a pena", enfatizou o estudante. E, ainda no ritmo da festa, o estudante quer descansar um pouco para aproveitar o resto do dia na praia com os amigos.

Fonte: G1