Americanos fazem fila para pedir visto para vir ao Brasil

Desde abril, o Consulado Geral do Brasil em Miami não possui caixa eletrônico dentro da sede do órgão para pagamento das taxas.

Faltando apenas três semanas para o início do mundial, os pedidos de vistos no Consulado Geral do Brasil em Miami só aumentam. Para atender a demanda, funcionários do consulado estão trabalhando nos fins de semana para processar os vistos. Mesmo assim as filas estão sendo inevitáveis.

De acordo com o website do consulado, os torcedores americanos ou de outros países que necessitam de visto para entrar no Brasil devem apresentar as entradas originais para os jogos ou recibos emitidos pela FIFA para obtenção do visto. Para facilitar incrementar o fluxo de turismo no Brasil durante o período dos jogos, o governo brasileiro não estará cobrando a taxa de $160 para quem apresentar as entradas.

Normalmente, os americanos precisam pagar a mesma quantia que os brasileiros desembolsam na hora de pedir visto - $160. Quem não tiver as entradas para os jogos precisa pagar a taxa para solicitar o visto.

Desde abril, o Consulado Geral do Brasil em Miami não possui caixa eletrônico dentro da sede do órgão para pagamento das taxas. Os interessados precisam adquirir uma money order adquirida nos correios americanos para pagar as taxas.

A falta do caixa eletrônica tem atrapalhado quem procura pelos serviços no consulado. Com o aumento da procura pelos vistos, alguns cambistas foram vistos tentando vender a money order nas ruas próximo ao consulado.

Para mais informações sobre o pedido de visto para o Brasil, formulário, telefones e endereços dos dez consulados brasileiros nos Estados unidos acesse o website http://miami.itamaraty.gov.br.

Fonte: Miami Herald