Amiga garante que militar de 20 anos que se afogou em treino sabia nadar

Amiga garante que militar de 20 anos que se afogou em treino sabia nadar

Exército instaurou inquérito para investigar as causas da morte do militar

A família do militar Kevin Alexandre Vaz dos Santos, de 20 anos, acredita que a morte dele foi uma fatalidade. Ele morreu na noite de quarta-feira (23), após se afogar enquanto fazia um exercício na piscina da Brigada de Operações Especiais do Exército, no Jardim Guanabara, em Goiânia. A amiga da vítima Vanderli Viana afirma que ele era saudável e sabia nadar. ?O sonho dele era seguir carreira no Exército?, lamenta a amiga.

Familiares, amigos e colegas de farda acompanharam o velório de Kevin Alexandre. Ele foi sepultado na quinta-feira (24), no Cemitério Vale da Paz, em Goiânia. A assessoria de imprensa do Exército afirmou que uma equipe está apoiando a família do jovem.

Investigação

O Exército instaurou um inquérito para apurar a causa da morte do militar. Segundo o assessor de imprensa da Brigada de Operações Especiais do Exército, Major Luis Gustavo Stumpf, o laudo deve ser divulgado em um mês.

O departamento informou que a instrução de natação é uma atividade prevista no programa de treinamento dos militares. Além disso, uma equipe médica acompanhava a execução do exercício, ressaltou o major.

?Sempre temos uma equipe médica, com ambulância, em qualquer atividade de risco nossa. Tentaram fazer a reanimação, como não conseguiram, ele foi encaminhado imediatamente ao Hospital Santa Genoveva. O militar chegou com vida à unidade de saúde, mas não resistiu.?, afirmou Luis Gustavo Stumpf.

Kevin Alexandre estava lotado na Brigada de Operacões Especiais há dois anos. Conforme a assessoria de imprensa da unidade, o militar havia passado por exames anuais de rotina.

Fonte: G1