Anatel diz que vai apurar venda irregular de chips da TIM, Oi e Claro depois de proibição

Anatel diz que vai apurar venda irregular de chips da TIM, Oi e Claro depois de proibição

apesar da greve dos servidores da Anatel, a fiscalização não está sendo prejudicada, disse a estatal

O superintendente de serviços privados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), Bruno Ramos, afirmou nesta terça-feira (24) que a agência irá investigar a venda de chips pelas três operadoras, TIM, Oi e Claro, que foram obrigadas a suspender a comercialização em Estados do país.

Ele também garantiu que, apesar da greve dos servidores da Anatel, a fiscalização não está sendo prejudicada e que os casos de descumprimento foram pontuais.

"Já recebemos relatórios sobre isso e a Anatel vai apurar. Ainda não sabemos se serão aplicadas multas. Vamos fazer uma análise do que aconteceu", disse.

Bancas de jornal e demais pontos de venda não deveriam estar comercializando novos números das operadoras nos Estados em que sofreram sanção.

Caso o consumidor consiga comprar, a operadora não poderá habilitar a nova linha.

Usuários que se sentirem prejudicados, deverão pedir o dinheiro de volta. Caso não consigam, o caminho é registrar reclamação na própria agência reguladora.

"Vimos que, de forma geral, as agência estão cumprindo, alinhadas com despacho da Anatel", defendeu Bruno Ramos.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br