‘Anjos da guarda’ impedem manifestação de ódio e homofobia

Os anjos da guarda se fazem presentes como resistência à homofobia

Os membros da Igreja de Westboro, nos EUA, são conhecidos por um extremismo religioso que encontra o ódio e a loucura. Homofóbicos e incorentes, suas venais e insultantes manifestações são marcadas pelo uso de horríveis cartazes comemorando a morte de gays, judeus, muçulmanos e até militares. Como de costume, eles estiveram presentes no funeral de uma das vítimas do massacre na boate em Orlando. Dessa vez, porém, as coisas não se deram como esperavam – e para o bem.

Além das asas, uma grande tela com as cores do arco iris foi utilizada para impedir que os participantes do velório sequer vissem a manifestação de ódio. Até a polícia de Orlando celebrou a resistência contra os manifestantes, com a retirada dos membros da igreja.

Os anjos da guarda se fazem presentes como resistência à homofobia desde 1998, costumeiramente presentes em enterros de vítimas da homofobia. As asas, feitas de linho branco, foram customizadas por voluntários do departamento de figurinos da Orlando Shakespeare Theatre.

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Hypeness