Anões ficam super famosos trabalhando fantasiados de heróis

Anões ficam super famosos trabalhando fantasiados de heróis

A fama é tanta que eles se sustentam com o trabalho, faturando até R$ 2 mil por mês.

Eles são uma Liga da Justiça tamanho PP. Quatro anões circulam pela Região Metropolitana do Rio de Janeiro com uma agenda de trabalho lotada de eventos, inaugurações de lojas e distribuindo panfletos com roupas de super-heróis. A fama é tanta que eles se sustentam com o trabalho, faturando até R$ 2 mil por mês.

A Mulher Maravilha é Amelia Maracho, e seu marido, Marcos Antônio, o Chumbinho, se veste de Batman. Os outros super-heróis são Cosme Monteiro, o Super-Homem, e Deyvid Rangel, o Capitão América.

Fora o caçula da turma, Deyvid, que entrou nessa há um mês, os anões já trabalham há mais de 20 anos em eventos, circos e até programas de televisão com famosos como Angélica, Xuxa, Faustão e Didi. Amelia, por exemplo, aos 14 anos virou artista depois de seguir o circo que passou em Machipó, interior de Minas Gerais.

Há seis anos que eles resolveram inovar para se diferenciar de outros artistas do ramo, e deixaram de ser palhaços para usar as fantasias.

? A gente já chama atenção por ser pequeno, imagina fantasiado! ? conta o Super-Homem.


Anões ficam super famosos trabalhando fantasiados de heróis nas ruas

Anões ficam super famosos trabalhando fantasiados de heróis nas ruas

Anões ficam super famosos trabalhando fantasiados de heróis nas ruas

Fonte: Extra