ANTT: ônibus que deixou 9 mortos em SC não tinha autorização para viajar

Agência investigará irregularidades na viagem que resultou em nove mortes


ANTT: ônibus que deixou 9 mortos em SC não tinha autorização para viajar

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou, na manhã desta segunda-feira (24), que a empresa Transbrasil, responsável pelo ônibus que sofreu um acidente em Santa Catarina na manhã de sábado (22), não tinha autorização para fazer a viagem. O veículo saiu da pista na SC-386 entre os municípios de Mondaí e Iporã do Oeste e caiu em uma ribanceira. Dos 39 passageiros, nove morreram.

De acordo com o escritório da ANTT em Porto Alegre (RS), a companhia de transporte de passageiros opera algumas linhas interestaduais por meio de uma liminar judicial, entre elas o trecho entre Belém (PA) e Santa Maria (RS). Ainda segundo a agência fiscalizadora, todo o ônibus de turismo que sai de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, precisa de autorização especial para viajar, o que não foi feito. O caso está sendo investigado.

O grupo de evangélicos da Congregação Cristã no Brasil saiu da fronteira na noite de sábado (22) e participaria de um encontro musical em Horizontina (RS). Das nove vítimas fatais, cinco eram de Foz do Iguaçu. Os demais corpos foram encaminhados para o Rio Grande do Sul e Curitiba. Até a manhã desta segunda-feira (24), quatro pessoas continuavam internadas em um hospital de São Miguel do Oeste (SC).

Os corpos das quatro mulheres e do adolescente de 14 anos velados em Foz do Iguaçu começaram a ser sepultados por volta do meio dia em dois cemitérios da cidade.

Fonte: G1