Anvisa estabelece que bula de remédio precisará ter letra maior

Os textos também usarão informações mais claras, linguagem objetiva e conteúdos padronizados

 Portaria da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicada no "Diário Oficial da União" de hoje (9) estabelece regras para tornar mais claras as informações referentes à quantidade, características, composição, qualidade e preço disponibilizadas nas bulas dos medicamentos. Uma das normas diz respeito ao tamanho das letras, que terão de ser maiores.

Os textos também usarão informações mais claras, linguagem objetiva e conteúdos padronizados. A Anvisa também definiu formas de acesso ao texto dos medicamentos para deficientes visuais. As bulas serão disponibilizadas numa linguagem mais técnica para médicos e profissionais de saúde, e outra em texto mais simples, com informações mais didáticas voltada aos pacientes.

A bula do paciente continuará dentro da caixa do remédio, enquanto a outra será eletrônica, disponível no site de Anvisa. Os pacientes também poderão acessá-la. As letras e os espaçamentos entre os parágrafos no texto da bula também devem ficar maiores, para facilitar a leitura dos textos. As novas regras devem ser anunciadas pela Anvisa oficialmente na tarde de hoje em Brasília

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br