Anvisa recolhe lotes falsos de remédio concorrente do Viagra

Concorrente do Viagra, o medicamento pode ter efeito prolongado por até três dias.

Alegando "medida de interesse sanitário", a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta segunda-feira a apreensão e inutilização de lotes falsificados do medicamento Cialis 20 mg. Os remédios pirateados, usados contra disfunção erétil, não possuem marcação do lote de dois comprimidos e apresentam na embalagem a impressão EXP 102014. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Concorrente do Viagra, o medicamento pode ter efeito prolongado por até três dias e é um alvo bastante cobiçado por quadrilhas. Apenas em 2012, a Anvisa já determinou outras três apreensões do Cialis. De acordo com a agência, a ingestão do remédio pode não surtir o efeito esperado, por ser um falso medicamento, e conter substâncias maléficas à saúde.

Fonte: Terra