Ao 87 anos, escritor Ariano Suassuna sofre AVC hemorrágico e é operado às pressas no Recife

Poeta e dramaturgo, de 87 anos, foi internado na noite desta segunda (21).

O escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna, de 87 anos, foi submetido a um procedimento cirúrgico, na noite desta segunda-feira (21), no Recife. Ele foi internado por volta das 20h, em função de um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico.

Suassuna está internado no Hospital Português. Após a cirurgia, que durou aproximadamente uma hora, ele foi transferido para a UTI neurológica, onde está se recuperando. Segundo a assessoria de imprensa da unidade de saúde, o quadro dele é considerado estável pelos médicos.

No ano passado, Ariano Suassuna foi internado duas vezes. Em 21 de agosto, o autor sentiu-se mal em casa e precisou ser hospitalizado. Os médicos diagnosticaram um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções. Inicialmente, ele foi encaminhado à unidade coronária, e, depois, transferido para um apartamento do hospital. Após seis dias, recebeu alta, com recomendação de muito repouso em casa e nenhuma visita.

Dias depois, Suassuna foi levado ao hospital novamente. Dessa vez, foi detectado um aneurisma cerebral. Após passar por um procedimento chamado arteriografia, capaz de tratar o aneurisma, saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi levado para um apartamento do hospital, de onde saiu definitivamente após seis dias de internação, no dia 4 de setembro.

Autor de "O auto da compadecida", entre diversas outras obras, Ariano Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Mudou-se com a família para o Recife em 1942. Sua primeira peça, "Uma mulher vestida de sol", ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno em 1948.

Tem contos e livros adaptados para a televisão e para o cinema. "O auto da compadecida" foi adaptado para a televisão em 1999, por Guel Arraes, enquanto "Romance d"a pedra do reino" e "O príncipe do sangue do vai-e-volta" deu origem à minissérie "A pedra do reino", com direção de Luiz Fernando Carvalho, exibida na Rede Globo em 2007.

Fonte: G1