Ao lado de papa, Dilma diz que protestos dos jovens são "luta legítima por uma nova sociedade"

Ao lado de papa, Dilma diz que protestos dos jovens são "luta legítima por uma nova sociedade"

A presidente da República, Dilma Rousseff, afirmou na noite desta segunda-feira (22), em discurso ao lado do papa Francisco.

A presidente da República, Dilma Rousseff, afirmou na noite desta segunda-feira (22), em discurso ao lado do papa Francisco, no Palácio Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro, que os protestos realizados nos últimos meses no Brasil, protagonizados pela juventude, são uma "luta legítima por uma nova sociedade".







"Os jovens querem viver plenamente. Estão cansados da violência que muitas vezes o tornam vítimas", disse. "Os jovens estão na luta legítima por uma nova sociedade. Esse é um momento muito especial para a realização dessa Jornada Mundial da Juventude. Potencializa o que jovens tem de mais valoroso e contagiante."

O discurso de Dilma foi feito durante cerimônia de boas-vindas do papa. O helicóptero da FAB (Força Aérea Brasileira) que transportava Francisco pousou por volta de 17h50 no campo do estádio das Laranjeiras, do Fluminense, que fica ao lado do Palácio Guanabara, nas Laranjeiras, zona sul do Rio de Janeiro. Enquanto caminhava pelas dependências do clube, o papa foi saudado pelos sócios com gritos de "Nense" e "e ô e ô o Francisco é tricolor". 

O papa Francisco embarcou no helicóptero por volta de 17h40  do Terceiro Comando Regional, no Castelo, no centro. Além de Dilma, a cerimônia no Palácio Guanabara tem a presença do governador do Estado, Sérgio Cabral, e do prefeito da capital, Eduardo Paes, entre outras autoridades.Ao final da cerimônia de boas vindas, Francisco terá uma reunião privada com a presidente.

Fonte: UOL