Apenas 30% das crianças foram vacinadas contra pólio e sarampo, segundo FMS

Campanha Nacional de Multivacinação teve início no dia 08 de mês e será finalizado no dia 28 de novembro.

A Fundação Municipal de Saúde realizou ontem (22) o segundo Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação contra Pólio e Sarampo. O objetivo é incentivar as mães a levarem seus filhos aos postos de vacinação, para serem imunizadas contra essas duas doenças.

A meta é vacinar 56.121 crianças, com idade entre seis meses e cinco anos. Até agora, a cinco dias de finalizar a campanha, apenas 30% do público-alvo foi imunizado.

Campanha Nacional de Multivacinação teve início no dia 08 de mês e será finalizado no dia 28 de novembro.

Nesses cinco dias, o presidente da FMS, Luiz Lobão, faz um apelo para que as mães compareçam às salas de vacinação, espalhadas por toda a cidade para imunizar seus filhos.

“As mães são nossas aliadas nessa campanha, nós precisamos que elas levem seus filhos aos postos de vacinação, para que elas nos ajudem a manter nossas crianças longe da paralisia infantil e do sarampo”, afirmou.

Durante toda essa semana a cidade contará com 104 salas de vacinação, espalhadas pelos vários bairros da capital, em todas as regiões da cidade. A diretora de Vigilância e Saúde da FMS, Amariles Borba, acredita que, apesar do percentual de 30% ter sido alcançado até agora, a FMS alcançará a meta dos 95% de crianças imunizadas.

“Nos nossos sistemas tem 30%, mas acredito que esse percentual é bem maior, pois muitas imunizações ainda não foram computadas. Por causa disso, acredito que vamos conseguir atingir a meta”, afirmou.

Ela afirmou ainda que é necessário que os pais compareçam às salas de vacina com seus filhos, para evitar que a doença entre novamente no Brasil, já que foram registrados casos recentes pelo mundo.

“É preciso que se imunizem as crianças, pois a doença está em ascensão no mundo. Recentemente a OMS publicou boletim, noticiando surto no Paquistão”, argumentou.

É necessário que os pais ou responsáveis levem o cartão de vacinação da criança para a confirmação das doses de Sarampo já administradas e para o registro das atuais doses.

Desde 1990 o Brasil não registra nenhum caso de Poliomielite, mas o vírus ainda está ativo em alguns países, principalmente na África. Já com relação ao Sarampo, entre 2013 e setembro de 2014 foram registrados 596 casos da doença no país, com maior concentração nos estados de Pernambuco, com 224 casos, e Ceará, com 365. Em ambos os estados, as crianças menores de 5 anos foram as mais acometidas.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Pollyana Carvalho