Aplicativo Pardal registra 900 denúncias no período eleitoral

O eleitor escolhe se quer ou não se identificar. Conheça!

O aplicativo Pardal foi lançado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí em 23 de agosto. O modelo de ferramenta tecnológica que já vinha sendo utilizado no estado do Espirito Santo nas eleições de 2012, tem comprovação de resultados eficientes. No Piauí, desde o lançamento até o momento, 924 denúncias de irregularidades durante a campanha para as eleições 2016 já foram registradas no estado. 

"Vários tipos de irregularidades já foram constatadas. O cidadão, o eleitor, está se interessando por isso, já que anota e envia, seja por meio de telefone, que é o mais frequente, ou tablete. Então, o cidadão constatou a irregularidade no interior e nos comunica aqui", afirmou o presidente do TRE.

Aplicativo Pardal
Aplicativo Pardal

Entre as denúncias mais frequentes estão: propaganda eleitoral, candidatos querendo levar vantagem, valores gastos, showmícios, carros de som e a fixação de cartazes. Além da praticidade do aplicativo, o eleitor pode escolher se quer ou não ser identificado.

De acordo com o TRE, o aplicativo deve receber um número maior de denúncias no dia das eleições. "Esse número vai aumentar bastante, porque é nesse exato dia que surgem espertinhos querendo levar vantagem, fazendo propaganda irregular. Os envolvidos,  candidato e o eleitor, estão sujeitos a punição", acrescentou. 

O aplicativo está disponível nas lojas virtuais Google Play e Apple Store. A instalação também poderá ser realizada diretamente pelo provedor por meio do link pardal.tre-pi.jus.br, disponível na página do TRE-PI, na internet.



Fonte: Portal Meio Norte