Após golpes, consórcio de motos denunciado no "Agora"

Após golpes, consórcio de motos denunciado no "Agora"

A denúncia foi feita por Francisco Rodrigo, uma das vítimas do esquema, que assegura que outros municípios são alvos do esquema

O consórcio de compra premiada da empresa Eletro Alves tem provocado transtornos a aproximadamente aos clientes na aquisição de motos. A denúncia foi feita por Francisco Rodrigo, uma das vítimas do esquema, que assegura que outros municípios, a exemplo de Miguel Alves, União, Novo Nilo, José de Freitas e Barras, também são alvos do esquema.

?Eles chegaram em Coelho Neto puxando a cachorrinha e hoje têm a melhor mansão do município?, diz Francisco Rodrigo ao afirmar que, no início, os primeiros integrantes do consórcio eram contemplados e hoje ninguém recebe mais nenhuma moto.

Os participantes dos grupos, após sentirem-se lesados, não fazem mais o repasse dos valores mensais, que giram em torno de R$ 250,00. ?São doze grupos de 48 pessoas pagando esse valor?, diz ele.

?A conta (para depósito) ninguém sabe de quem é. É só de laranja! Só caindo o dinheiro no bolso deles?, denuncia a vítima.

Dentre os acusados de integrar o esquema, o denunciante aponta Bruno e esposa, considerados testas de ferro, e Roberto, o dono da empresa.

Veja a denúncia

Fonte: Denison Duarte