Após confusão, Inep garante 2º dia tranquilo no Enem

Após confusão, Inep garante 2º dia tranquilo no Enem

. Os inscritos devem responder perguntas sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, além de redação, e matemática e suas tecnologias.

Após confusão no primeiro dia, com erros de impressão em gabaritos e provas, o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece neste domingo (7), em todo o país. Os inscritos devem responder perguntas sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, além de redação, e matemática e suas tecnologias.

No sábado (6), 27% dos 4,6 milhões de inscritos faltaram ao exame, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeita (Inep), autarquia do Ministério da Educação e responsável pela realização do exame.

A prova deste sábado trouxe cartões de respostas com os nomes das áreas trocados, o que levou participantes do exame a preencher a folha com as questões invertidas.

O presidente do Inep, Joaquim José Soares Neto, disse que foi informado sobre o erro na impressão do caderno de respostas por volta das 13h deste sábado. Segundo ele, a orientação aos monitores foi passada "imediatamente". "Amanhã [domingo], temos outro dia de exames e os estudantes devem planejar seu dia com tranquilidade. Com a prova de amanhã, está tudo garantido, tudo certinho. É importante passar essa calma para os estudantes."

Neste domingo, a prova acontece das13h às 18h30, no horário de Brasília, e os estudantes podem entrar nos prédios a partir das 12h. Os portões fecham às 12h55. O exame será aplicado no horário oficial de Brasília. Por isso, quem mora nos estados com fuso horário diferente e onde não há horário de verão deve ficar atento.

Os inscritos devem levar documento de identificação original e cartão de confirmação de inscrição, que foi enviado pelo Inep pelo correio.

Regras

Pelas regras deste ano, só é permitido fazer a prova com caneta esferográfica preta. É proibido entrar na sala de prova com relógio, lápis e borracha. Segundo o Inep, o objetivo é garantir a segurança do exame.

Outros itens que devem ficar fora das salas são borracha, apontador, lapiseira, grafite, livros, manuais, impressos, anotações, máquinas calculadoras e agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, pagers, bip, walkman, gravador, mp3 ou similar, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.

As proibições foram criticadas pelos estudantes. O Ministério Público Federal do Espírito Santo chegou a entrar com ação contra essa medida, mas a Justiça manteve a decisão tomada pelo governo federal.

Gabarito

O gabarito oficial do Enem só será divulgado em 9 de novembro, dois dias após a aplicação da última prova do exame. Os resultados do exame serão divulgados até 15 de janeiro de 2011, de acordo com o instituto.

Fonte: g1, www.g1.com.br