Após cortes no orçamento, IBGE cancela contagem da população

. Como não há nova previsão para realização do levantamento, é possível que uma nova contagem de população só ocorra no Censo de 2020.


O corte no orçamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já afeta as atividades que serão desempenhadas pelo órgão em 2016. A contagem da população brasileira prevista para o ano que vem foi cancelada “em razão de contenção orçamentária”, informou a presidente do IBGE, Wasmália Bivar, em comunicado interno enviado aos funcionários nesta terça-feira, 24.

Outras pesquisas estão ameaçadas este ano, caso o governo federal não aprove a realização de concurso para contratação de novos servidores, afirmou Wasmália aos chefes de unidades estaduais do IBGE, em videoconferência. Quanto à contagem populacional, o corte do valor destinado ao levantamento no orçamento de 2015 foi informado em setembro do ano passado, mas a direção do IBGE vinha, desde então, tentando reverter essa decisão junto ao Ministério do Planejamento.

A pasta confirmou na segunda-feira, 23, que será "impossível realizar a contagem em 2016", informa o comunicado enviado aos funcionários. Inicialmente prevista para ocorrer em 2015, a pesquisa já havia sido adiada para 2016 pelo mesmo motivo. Como não há nova previsão para realização do levantamento, é possível que uma nova contagem de população só ocorra no Censo de 2020.

Intitulada “Corte no Orçamento confirma impossibilidade de realização da Contagem da População em 2016”, a mensagem interna frisa que a decisão ocorreu “a despeito de a instituição estar preparada tecnicamente para a sua realização’. A pesquisa, que envolve cerca de 80 mil recenseadores, custa mais de R$ 1 bilhão. Para realizar a contagem em 2016, o IBGE precisava começar agora a planejar a aquisição de infraestrutura e a contratação de funcionários temporários.

Fonte: Estadão