Após devolver US$ 1,4 mil achados no lixo, catador ganha emprego

Jovem diz que não cogitou ficar com o dinheiro

Na última terça-feira (21) O catador de materiais recicláveis João Rodrigues Cerqueira devolveu US$ 1,4 mil achados em meio ao lixo no Distrito Federal. O dinheiro havia sido descartado por engano por uma criança, que não sabia que ele estava dentro de um papel que encontrou enrolado no console do carro do fonoaudiólogo Bruno Temistocles. O homem havia comprado os dólares na última sexta por cerca de R$ 5 mil, para usá-los em uma viagem para a Europa.

O catador afirmou que, ao saber que uma pessoa procurava dinheiro perdido, ficou mais atento ao trabalho. A surpresa aconteceu na manhã desta terça, quando ele encontrou o montante. Funcionário há seis meses da cooperativa, o jovem de 20 anos ganha R$ 600 por mês com o trabalho.

O catador e a mulher passam por dificuldades, mas o homem afirmou que mesmo assim não cogitou ficar com os dólares. “Esse dinheiro dava para pagar minhas contas, arrumar meu barraco, mas uma vez Deus vai abençoar”, declarou.

O jovem acabou sendo “recompensado” pela atitude e ganhou um emprego. O agora ex-caatador começou a trabalhar nesta quarta-feira (21) na construtora da família do fonoaudiólogo Bruno Temistocles, dono do dinheiro. O salário é de R$ 1,5 mil, mais do que o dobro do que recebia na cooperativa, R$ 600.


O catador João Rodrigues Cerqueira, que devolveu US$ 1,4 mil achados no lixo, no DF (Crédito: Reprodução)
O catador João Rodrigues Cerqueira, que devolveu US$ 1,4 mil achados no lixo, no DF (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1